segunda-feira, 2 de abril de 2012

Domingo na TV: Programa Sílvio Santos

Após um hiato de uma semana, o Domingo na TV está de volta. Na semana passada não foi possível escrever, uma vez que o programa da vez não foi ao ar devido a exibição do Troféu Imprensa. Mas esta semana tudo voltou ao normal e o blog analisa os meandros de uma das produções mais antigas da TV brasileiras: o Programa Sílvio Santos.

Ao olhar de longe, sem prestar muita atenção na exibição, parece impossível realizar qualquer crítica, uma vez que trata-se do programa do maior comunicador do país e, por si só, isso já é um grande cartão de visita e garantia de qualidade. Porém, quando se assiste com maior atenção e apuro, não é exatamente esta a impressão que se fica.

De fato, Sílvio Santos é um animador incomparável em nossa televisão e, por conta disso, ele segura seu programa com tamanha naturalidade, bom humor e jogo de cintura que atrai o telespectador. É quase uma hipnose de persuasão, pois quem está diante da tela assistindo a quaisquer de seus quadros, raramente consegue mudar de canal. Ter um apresentador deste quilate num programa conta muitos pontos, pois ele consegue transformar qualquer momento em algo interessante.

Porém, os elogios acabam aí. O Programa Sílvio Santos é isso, seu apresentador e mais nada. Os quadros são sempre constrangedores e tudo cheira a mofo. A impressão que se dá é que a produção depende exclusivamente de seu apresentador e, sabendo que ele segura tranquilamente uma boa audiência sem grandes recursos, não há investimento criativo de nenhuma espécie.

Praticamente todos os quadros do programa são antiguados e incomodam. Uns por darem a impressão de vivermos na década de 70, explorando músicas tocadas em rádio - parece mentira - e outros por serem tão inocentes e bobos que a impressão que se tem é que o programa não é voltado para a família, mas para o público infantil.

Sílvio Santos mostra todo seu talento num universo que ele criou há mais de 50 anos e nunca se renovou. Sem ele, certamente este seria o pior programa da TV brasileira, pois nada funciona. Na verdade, nem a plateia, nem os participantes e nem a audiência acham a menor graça nos quadros, o que dá vida ao programa é o apresentador e suas tiradas quase sempre geniais. De resto, é isso, o Programa Sílvio Santos é apenas resto e tudo orbita no apresentador.

2 Quebraram tudo:

SBT disse...

Concordo em partes.O programa realmente necessita de mais investimentos e novos quadros,mais tem o ótimo Jogo dos Pontinhos que me fazem gargalhar e tambem nada alem de um minuto que gosto bastante.

classe disse...

Concordo,o pior de tudo é que ele quer deixar o programa p/um sucessor e sucessora mais está difícil.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira