sábado, 22 de maio de 2010

Bela a Feia: um remake que vale a pena

Não quero falar ainda sobre o todo da novela, mas é necessário fazer uma reflexão sobre as últimas semanas de exibição de Bela a Feia, na Rede Record. Novela que começou cheia de alarde por parte da emissora, com uma pretensão imensa de 20 pontos de média, ao menos para a mídia, porque internamente a meta da novela sempre foi de 15 pontos, e que teve de encarar até 05 pontos de média em seu início.

Com ajustes, como já disse anteriormente, a novela ganhou ritmo e rumo próprio, isso graças as mãos da competente autora que não teve medo de ousar e criar uma versão diferenciada para a história que já é muito batida, tamanhas as versões e formas de contar a mesma trama. Agora, faltando pouco para chegar ao fim, já é possível notar o tamanho do acerto da Record e de Gisele Joras ao apostar em algo que ninguém havia apostado ainda ao contar a história da secretária feia de uma famosa revista de moda e que se apaixona pelo chefe, a aposta na adrenalina e não apenas na violência gratuita.

A autora percebeu - em tempo para a alegria da cúpula - que existe um modelo próprio de telenovelas que são assistias pela Rede Record. A emissora ainda não tem tradição no formato e, por isso, não se pode dar ao luxo de inovar, como a concorrência faz e ainda assim, se perder o público, recupera sem dificuldade. Ainda é preciso solidificar uma audiência, um público fiel e, por isso, a aposta deve realmente ser num modelo de se fazer telenovelas. O modelo da Record é o que aposta na adrenalina aliada a situações de perigo constante entre as personagens e foi ao apostar nisso que Bela a Feia passou a dar resultado.

Essas últimas semanas vem dando provas de que a mudança não foi um tiro no escuro, mas mostrou uma autora que soube reescrever e conduzir bem a história, amarrando todas as situações e todas as mudanças sem deixar que nada ficasse fake ou sem sentido. É bem verdade que, algumas pessoas - principalmente as que não acompanham o folhetim - criticaram a mudança por considerar que a história real não tem a inserção da adrenalina, porém, se for para contar sempre a mesma história sem colocar estilo próprio, apenas com elenco diferente, qual a graça de se assistir. O que a Record tem feito com Bela a Feia é um remake da história, exatamente como a Globo vem fazendo com suas obras. E um remake da melhor qualidade.

3 Quebraram tudo:

Leonardo Medeiros disse...

Nenhum problemas com remake!!! Agora trazer para o país da novela um texto mais que batido e que de longe, Bety a Feia original é mil vezes melhor que a mexicana e a brasileira, é um pouco demais. Mas gosto é gosto e se o "autor" de "blog" gosta, quem sou eu pra discordar, afinal, vc """"entende""""" mais de novela do q as outras pessoas!!

Daivison Tavares disse...

Eu confesso que detestava Bela,mas realmente ao passar do tempo e com a inovação eu fiquei atraído pela trama e realmente ela merece todos os elogios descritos no post.

HLuis disse...

Gisele Joras é muito engraçada... as novelas dela sempre tem tantas doidices, que não dá pra perder.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira