segunda-feira, 5 de abril de 2010

Campanha: Eu quero Tempos Modernos de volta.


Definitivamente o que vai ao ar de segunda à sábado às 7 da noite na Rede Globo não é Tempos Modernos. Pelo menos não a novela que eu tanto defendi neste espaço. O que Bosco Brasil - pressionado ou não pela emissora em busca de audiência, pouco importa - fez com uma novela promissora é crime e deveria ser punido.

Tempos Modernos surgiu muito antes de estrear como um sopro de criatividade para as telenovelas de humor brasileiras que há anos caminhavam pelo mesmo marasmo e eternas situações de humor pastelão, entupidas de bordões repetidos a exaustão e que faziam o telespectador rir quase que mecanicamente.

A proposta da novela era interessante, o elenco montado foi muito bom e antes da estréia a expectativa era gigante. Após a estréia, após a primeira semana, após a segunda semana, a expectativa deu lugar a sensação de tiro no alvo. A trama teve em seus 30 primeiros capítulos uma história muito bem desenhada, poucas vezes vista na TV, inovação que todas as telenovelas necessitavam, humor ácido, citações clássicas, tiradas criativas, piadas inteligentes e rápidas. Enfim, todos os ingredientes para torná-la um divisor de águas para o humor brasileiro.

Mas o público rejeitou. Pois é, acontece. Como o telespectador não aceitou boa parte das tramas, não conseguia acompanhar as piadas, não entendia as referências a Literatura e Cinema clássico, surgiu a decisão de mudar para elevar os malditos índices de audiência, como se isso fosse tudo.

E então Bosco Brasil perdeu a mão. Transformou a mais inovadora novela dos últimos 15 anos - levando em consideração o formato para as 6 ou 7 da tarde - em uma trama água com açúcar, cheia de clichês, de personagens vazios, de piadas prontas e de bordões ridículos. Não é que a novela tenha ficado ruim ou pior que outras já exibidas, não.

Ela ficou igual. Assistir Tempos Modernos é como assistir mais uma novela da TV brasileira. Não é o folhetim que vinha para inovar o horário, para mostrar a possibilidade de ousar, de mudar e de se produzir produtos de qualidade incontestável. Os números de audiência venceram a inovação.

Uma pena, é bem provável que o Ibope da novela reaja, pois agora ela tem todos os ingredientes que o grande público gosta, mas certamente, isso será responsável pelo engessamento dos autores brasileiros por mais uma porção de anos. Faltou coragem a Bosco Brasil, a coragem que sobrou, por exemplo, a João Emanuel Carneiro que inovou do início ao fim em A Favorita, a coragem que vem sobrando a Duca Rachid e Telma Guedes com uma novela completamente diferente no horário das 6 com Cama de Gato. Bosco Brasil olhou para a tela e entre qualidade e audiência, preferiu a audiência. Pena.

Este texto estará disponível a partir de terça-feira, no site Famosidades, odo Grupo MSN Entretenimentos.


7 Quebraram tudo:

Guilherme disse...

Essa novela é chatinha, não consigo assistir sem achar as cenas que é uma bosta, dá até vergonha de assistir com outra pessoa... Fico constrangido de assistir aquele lixo

Marlon Kraupp disse...

Pra falar isso você só pode NÃO assistir a novela !

A novela é ruim, não tem nada de inovadora, mencionar e/ou comparar excelentes tramas como A favorita e Cama de gato fica até feio..

Ah, "Da cor do pecado" foi mais inovadora que isso, colocou agilidade e um vilão de novela das 9 em novela das 7.

Nubia de Oliveira disse...

Fico constrangida ao assistir essa novela... aquele núcleo "roqueiro" é a coisa mais patética que já vi. Sem falar no elenco que atua muito mal (alguns são bons atores mas estão péssimos na novela). Mesmo no começo, com uma pegada diferente, ainda era ruim. Exagero de citações... coisa de pseudo-intelectual que passa o dia num Café qualquer soprando notas de livros aos 4 cantos. Antonio Fagundes se nomeando Rei é de matar também, igual ao Juvenal Antena da outra novela, só que mais decadente.
Essa novela tenta mostrar uma SP caricata e vergonhosa. Não que isso não exista, mas podia poupar o povo brasileiro dessa vergonha e mostrar alguma coisa realmente interessante.

Marlon Kraupp disse...

Acho que você vai ficar sozinho na campanha

HEHEH :P

Guilherme disse...

A Globo podia tirar do ar essa novela, ninguém assisti kkk

Thiago Monteiro disse...

Ah, "Da cor do pecado" foi mais inovadora que isso, colocou agilidade e um vilão de novela das 9 em novela das 7.

Concordo !

jjardim_608 disse...

Acho admiravel como vc defende essa novela!!!
Sério não da!! Ela é ruim deste que começou, e creio que sera assim ate o final!!
Como dito pelos outos a cima, ela causa constrangimento!! Não consigo salvar nada ali!!
Fico com vergonha quando vejo cenas do tipo com Fernanda Vasconcellos sem citar outros!! Horrivel!
=/

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira