domingo, 31 de janeiro de 2010

O Melhor de todos os BBB's


Meses após a Rede Record lançar cheio de pompas aquele que se tornaria o carro-chefe de toda sua programação - A Fazenda - a Rede Globo lançou a 10ª edição do Reality Show mais assistido do Brasil, Big Brother Brasil. E a produção do programa acertou em cheio nas escolhas fazendo o Reality da concorrente parecer um programa amador.

É preciso antes de qualquer análise afirmar que de fato o BBB é um programa exclusivamente de entretenimento e que não acrescenta coisa alguma para o telespectador e, em alguns momentos, chega a ser constrangedor devido ao tipo de cena que vai ao ar - não apenas de cunho sexual, mas brigas, palavrões entre outras coisas. Mas também é preciso lembrar que uma das funções da televisão é entreter e não apenas informar e formar.

Para aqueles que gostam do formato o BBB10 é um prato cheio. Os participantes foram selecionados a dedo a parecem de fato dispostos a tornar esta edição a mais polêmica da história do Reality. Desde antes do início já se sabia que isso poderia ocorrer, pois Boninho, diretor geral do programa, informou que iria colocar na casa dois homossexuais e uma lésbica, e isso num país tradicional como o Brasil ainda é um tabú.

O que ninguém sabia é que os outros participantes também carregam a polêmica em seu sangue. Com poucos dias de programa os problemas começaram e são justamente eles - os problemas - que alimentam a expectativa e a curiosidade do público, tornando o programa um sucesso.

A edição tem colaborado para tornar o público ativo e opinando em praticamente todas as Redes de relacionamento da Internet. Em tese, o Big Brother Brasil 10, ainda está no começo, mas já acumula confusões e polêmicas que outras edições não tiveram durante todo o programa no ar, o que mostra o acerto da produção ao escolher os participantes e também na edição agressiva.

Mas não seria possível uma edição assim se os envolvidos estivessem apenas se divertindo na casa. Longe disso, o que vemos são pessoas que entraram ali com estratégias prontas e preparadas a fazer o que for necessário para vencer a edição ou - pelo menos - aparecer bastante, como é o caso de Tessália - uma de minhas prediletas, diga-se. Outra participante polêmica é Elenita, com uma formação intelectual infinitamente maior que a de qualquer outro ali, ela é polêmica, diz o que pensa e acaba sofrendo por isso.

Mas todos os participantes estão contribuindo para tornar esta edição tão viciante. Não há ninguém apagado, ninguém que tente não se envolver, ninguém adotou a estratégia e ir ficando na casa para ver o que acontece. Todos estão ali com estratégias muito bem definidas e isso torna tudo muito mais atrativo para o público.

Em três semanas já houve brigas, casais formados, casais brigando, selinho gay, festas, pessoas bêbadas, rixas, intrigas, fofocas, ou seja, todos os ingredientes para um Reality de sucesso já estão dentro da casa. E, ao que tudo indica, já houve sexo também, pelo menos é o que se comenta. Segundo comentários gerais na Internet, Tessália e Michel não resistiram e praticaram sexo oral na madrugada de sábado para domingo debaixo do edredon.

É impossível hoje apontar um favorito ao prêmio de R$1,5 milhão, mas o que se pode prever sem medo de errar é que o Big Brother Brasil continuará ser o principal assunto da internet nos próximos meses.

1 Quebraram tudo:

Administrador disse...

Realmente, essa edição esta show..

Tudo foi acertado, os participantes são de mais, parece que desde o primeiro dia o tele-espectadores ja são intimos do pessoal da casa...

Eu torço pela Tessalia e Fernanda

Bemmm mais pela fernanda.. :)

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira