sábado, 30 de outubro de 2010

Os 10 Melhores Coadjuvantes da Década

Sábado a tarde, dia de mais uma lista de Melhores da Década. E quanto mais o fim do ano se aproxima, mais se aproxima também o fim desta lista. Por isso, vamos aproveitar enquanto ainda temos temas suficientes para fazê-la e nos divertir com estas listas. Então vamos aos 10 Melhores Coadjuvantes da Década:


10 - Júlia - Desejos de Mulher

Quando Desejos de Mulher começou a ser divulgada, ficou claro sempre que Regina Duarte seria a grande protagonista da trama. E ela foi durante um tempo e a novela desagradou o público. Mas, bastou o autor Euclydes Marinho se afastar por motivos pessoais e seu então colaborador João Emanuel Carneiro assumir, e Glória Pires ganhou destaque como Júlia e roubou a cena se transformando na coadjuvante com mais destaque que a mocinha.



9 - Mariana - Paraíso

Paraíso tinha um casal de protagonistas que agradava. Depois de um tempo sem que uma novela das 6 produzisse bons casais, Benedito Rui Barbosa acertou nesta trama, porém, nada superou a impressionante atuação de Cássia Kiss como a religiosa Mariana. Mãe da mocinha, ela era coadjuvante, mas foi responsável pelas principais cenas de todo o folhetim, seja no drama ou na comédia, ela roubava a cena e era a dona da novela.


8 - Boanerges - Cabocla

Quando saiu a notícia que Vanessa Giácomo, então desconhecida do grande público, protagonizaria a novela das 6 Cabocla muita gente torceu o nariz e disse que não daria certo. Erraram, ela segurou a onda e foi responsável por uma personagem bem carismática. Mas em Cabocla, ninguém teve olhos para outro personagem senão o Coronel Boanerges, vivido inesquecivelmente por Tony Ramos que conseguiu criar mais um tipo para sua coleção.


7 - Vitória - Belíssima

Belíssima foi um caso a parte. Sílvio de Abreu quis inovar e criou uma mocinha extremamente complexa. Sem  nenhum brilho, Júlia (Glória Pires) não tinha característica alguma de protagonista do horário nobre. Mas foi proposital para que a personagem pudesse ter a densidade necessária. Para compensar, o autor criou Vitória, a mocinha tradicional, sofredora e cheia de conflitos. Deu certo e Cláudia Abreu, só pra variar, deu um show de interpretação.




6 - Gilmar - Escrito nas Estrelas

Todos falavam em Débora Fallabella vivendo sua primeira vilã. Todos falavam que a novela iria engrenar e que ela roubaria a cena de Natália Dill. Nada disso aconteceu porque um outro personagem que começou como coadjuvante, foi o grande vilão e o dono da novela. Gilmar, vivido de forma genial por Aelxandre Nero, roubou Escrito nas Estrelas para si e se transformou num dos vilões mais cruéis e divertidos do horário das 6.

5 - Luciana - Viver a Vida

Tudo bem que a novela foi chata, arrastada, cansativa e sem atrativo nenhum. Viver a Vida foi um equívoco geral na carreira de Manoel Carlos, mas é impossível não reconhecer que Luciana foi a dona da trama. Taís Araújo em sua primeira protagonista no horário nobre, a primeira negra a viver uma protagonista do horário e como uma Helena de Manoel Carlos não funcionou. Alinne Moraes roubou todas as cenas com o drama de sua personagem.


4 - Bianca - Caras e Bocas

É verdade que Caras e Bocas foi mais um folhetim sem sentido na carreira de Walcyr Carrasco. É verdade também que todos os elementos pastelões, didáticos e sem profundidade de suas tramas anteriores estavam lá. Mas também é verdade que uma personagem chamou a atenção desde o primeiro capítulo, caiu no gosto popular e virou o centro das atenções durante o período em que a trama esteve no ar. Bianca quase salvou a novela e muito graças a ótima interpretação de Isabelli Drummond



3 - Foguinho - Cobras e Lagartos

Uma novela que teve dezenas de bons personagens, uma trama muito bem amarrada com histórias extremamente divertidas e que sempre estiveram na boca do povo. Assim foi Cobras e Lagartos e mesmo assim Foguinho conseguiu se destacar. Um dos personagens mais carismáticos e queridos pelo público nos últimos anos, ele conquistou e causou muitos risos a todos. Lázaro Ramos virou celebridade depois dessa atuação impecável num texto muito bem escrito por João Emanuel Carneiro.



2 - Rakelli - Beleza Pura

Numa novela apenas boa e que quase nunca caiu na boca do povo não era fácil chamar a atenção. A trama meio amarrada para o horário teve um núcleo central que nunca agradou em cheio ao telespectador. Em compensação bastou um capítulo para Rakelli cair na boca do povo em todo o país e se tornar uma das personagens mais faladas em todos os programas de televisão. Ísis Valverde conquistou fãs nesta fase e deu vida a uma das personagens mais engraçadas da TV.


1 - Bebel - Paraíso Tropical

Impossível imaginar protagonistas que roubam a cena e pensar num primeiro lugar diferente. Pode não ser óbvio a todos, mas quem acompanha todas as novelas sabe do que falo. Ninguém na década roubou mais a cena numa trama do que Bebel o fez em Paraíso Tropical. De uma personagem relativamente pequena, a prostituta foi ganhando e ganhando espaço até se tornar a dona do folhetim de Gilberto Braga. Interpretação e composição inesquecível de Camila Pitanga que mereceu todos os prêmios pela personagem.

16 Quebraram tudo:

maythe disse...

concordo com esta lista primeiro lugar mais do que merecido Camila Pitanga roubava realmente a cena com a Bebel personagem inesquecivel.

o Foguinho de Cobras e Lagartos pra mim é inesquecível Lázaro Ramos, toda vez que parecia não tinha como não rir esse personagem nos dava muitas gargalhadas.

Rakelli de Beleza Pura, personagem inesquecível roubava a cena

cristian-monteiro disse...

Com exceção da Rakelly de “Beleza Pura” os outros são muito mais que coadjuvantes...

Chrystian disse...

Nunca imaginei "Viver a Vida" numa lista sua, principalmente porque você nunca escondeu a sua opinião, de que Manoel Carlos inaugurou o exemplo da "anti-novela" nesse folhetim. E concordo com suas ponderações a Luciana, mais uma vez uma personagem de Alinne Moraes que chama atenção em uma trama fraca (depois da Silvia, em "Duas Caras").
Bebel, Rakelli, Foguinho e Bianca mereceram seus espaços. Perfeitas atuações e personagens, voltadas para a comédia. Excelente lista!

Denilson Alves disse...

Acho que faltou Silvia (Aline Moraes) de Duas Caras na lista...

Alexandre disse...

Agora sim... você fez jus aos execlentes trabalhos de Camila Pitanga e Isis Valverde. Mesmo achando que elas poderiam estar em outras listas também (Dupla [+Wagner Moura] e Personagens de Comédia), elas merecem muito estar nessa lista. parabéns.

Só acho um erro como você julga as obras do Walcyr... tendo ou não uma boa trama, sendo pastelões ou não, elas geralmente têm boa audiência... o que nem sempre um autor consegue. De nada adianta a trama ser espetacular se não prende atenção do público.

De qualquer forma, essa lista foi muito boa.

bruno disse...

Sua lista foi muito boa
Mais você continua persistindo no erro de falar mal das tramas do Walcyr. Se você gosta de tramas mais complexas o povo não gosta.
As tramas do Walcyr são na maioria das vezes uma unanimidade entre as pessoas.
Deveria pensar melhor antes de criticá-las

@tvxtv disse...

Bruno e Alexandre

Vamos esclarecer uma coisa?

Eu sou crítico e, portanto, faço análises técnicas de qualquer que seja a novela. Existem novelas que não fazem meu estilo e eu as elogiei por fazer um trabalho técnico perfeito (como Paraíso). As novelas do Walcyr são tecnicamente fracas, cheia de problemas e não é porque dão audiência eu tenho que dizer o contrário.

Audiência não é nem nunca foi sinônimo de qualidade, principalmente num país em que as pessoas mal conseguem interpretar um texto com clareza. Pode ser triste, parecer duro, mas é a realidade. Uma comparação forte: Se um porco gosta de lavagem, ela não deixa de ser lavagem por isso. (não chamei ninguém de porco, hein, é uma comparação apenas).

Eu vejo televisão e, consequentemente, telenovelas, como arte e o que o Walcyr vem fazendo nos últimos anos está muito longe de ser arte.

Tarcísio disse...

Concordo em partes com o seu comentário "@tvxtv". Nem sempre audiência está atada à qualidade. Eu disse, NEM SEMPRE...

Muitas vezes está sim. Um exemplo é Passione. Não dá audiência simplesmente porque é um lixo.

Rodrigo Rocha disse...

Eu tiraria o Gilmar e colocaria sem sombra de duvidas a Nazareth que roubou a cena de senhora do destino...

Como esquecer também da Solineuza, que era mais engraçada que a protagonista da Diarista?

Agora, se é pra escrachar...eu colocaria o Boi Bandido, que conseguiu ter mais destaque que os protagonistas e os vilões de américa!!!
hauhauahuahua

RSP disse...

eta! concordo com o rodrigo rocha!! hahaha
mas enfim, essa foi a lista que concordei com vc em tudo! todos foram realmente coadjuvantes inesquecíveis!

mas as tramas de walcyr carrasco são legais... texto didático, mas prendem o telespectador com o b-a-bá. Chocolate com pimenta foi a melhor novela da década ao lado de cabocla e celebridade.
já foi feita uma lista das melhores novelas???

Nair disse...

Claro q uma historia fraquinha e leve da audiência fácil, mas não é sinônimo de qualidade e tecnicamente não se encaixa como pruduto de qualidade. E se o "povo" não gostasse de tramas complexas A Favorita teria dado 1 ponto de audiência, sendo assistida apenas pelos intelectuais. Também tiraria alguns e colocaria outros, mas a análise é pessoal de quem escreve o blog, e respeito. Na maioria concordei com os coadjuvantes citados.

Tarcísio disse...

Bom, sobre a lista, acompanhei apenas algumas e acho que essa foi a que eu mais concordei com você. Só incluiria a Silvia de Duas caras, que como foi dito acima, roubou a cena para si, em meio a uma novela repleta de histórias fracas.

Adoro essas listas e acho que está longe de enjoar. Acho que ainda tem muitos temas que podem ser explorados, como as melhores aberturas, as melhores mortes - embora já tenha feito de assassinatos -, os melhores casamentos, os melhores triângulos amorosos, e etc.

Tarcísio disse...

E tem os piores também que renderia muito. O que teve de produto ruim... rsrs!

Paulinha disse...

Lista boa, senti que a Bebel em primeiro foi uma forma de compensar a ausência dela na lista de melhor dupla. Mas acho que vários dessa lista, como Luciana (que pra mim sempre foi mais que sabido que era tão protagonista quanto Helena) e Bianca, eram mais que coadjuvantes, eram também donos da novela.
A forma com que você leva as novelas do Walcyr faz parte do processo da crítica, gosto das novelas dele, mas sim são fracas perante a crítica.
Aguardo a próxima lista!

E acho super válido começar umas com os 10 piores.

υяѕσ disse...

Bem bacana esta lista. Inclusive, tomei a liberdade de citá-la e colocar em discussão em minha comunidade de novelas do orkut - http://migre.me/1HXzd. Concordo com a maioria das escolhar em especial a de Bebel, que foi o grande destaque de Paraiso Tropical. Se me permite, apesar de ter achado incrível a atuação de Lazaro Ramos, não deveria estar na lista por ter sido protagonista e não coadjuvante de Cobras e Lagartos, assim como a Julia de Desejos de Mulher, que tinha em Gloria Pires e Regina Duarte, as duas protagonistas dessa novela sofrível.

Daivison Tavares disse...

Daniel essa foi sua melhor lista!!!Realmente vc acertou em cheio e vemos pela quantidade de comentários!!!Eu só colocaria a Mariana de Paraíso em uma colocação melhor,mas está valendo porque ela entrou!!!Essa lista foi muito boa e com certeza Bebel roubou a cena em Paraíso Tropical!!!!
Concordo com todas as personagens que entraram!!

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira