quarta-feira, 21 de abril de 2010

Record dá provas de ser da IURD e merece perder concessão

Durante mais de uma semana a Rede Record divulgou amplamente o "Dia D", evento organizado pela Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo, proprietário também da emissora. O evento reuniu milhões de pessoas em diversas cidades de todo o país e, segundo a grade da Record divulgada pela própria emissora ao longo da semana, nesta quarta-feira, dia D, o evento seria transmitido ao vivo das 14h30 às 17h00.

Com um começo assustador no quesito audiência e deixando a Rede Record no sétimo - sim SÉTIMO - lugar de audiência, a cúpula decidiu simplesmente cortar a transmissão e colocar no ar um episódio de Todo Mundo Odeia o Chris. Um ato arbitrário que desrespeitou o pequeno público que estava assistindo a programação.

O erro estratégico já começou em permitir que entrasse na grade vespertina um programa religioso. Outras emissoras vendem seu horário, mas quem diz que chegará a liderança não pode sequer cogitar ter um religioso em sua grade no meio da tarde, isso é de uma bizarrice sem tamanho. Evidentemente não haveria audiência, apesar de certamente haver faturamento.

Mas isso nem é o mais grave. A cúpula da Record já cansou de dizer que não existe nenhuma ligação entre a emissora e a IURD. O que se viu foi justamente o contrário, Edir Macedo deu provas que quem manda na Record é a Igreja. Se não é, a Igreja deveria ter comprado o horário das 14h30 às 17hh0 para poder colocar o Dia D no ar. Se comprou, qual a explicação para cortar abruptamente uma transmissão paga? É evidente que a IURD manda e desmanda na Record.

Essa é a prova que faltava e se o Brasil fosse um país minimamente sério o Ministério Público deveria abrir uma investigação e a Anatel deveria tirar a concessão da Record de Edir Macedo e da Igreja Universal do Reino de Deus, já que igrejas não podem comandar emissoras da TV no Brasil. Explique-se Record.

10 Quebraram tudo:

Jarilene disse...

Quem ia assistir ao Dia D se todos os evangélicos estão no autódromo?? fez bem em tirar do ar

Lr. Anonymous disse...

DESREITO MESMO!
+ nem com isso, a emissora chegou no TTbr, enquanto a GLOBO com RERISE tá linda!

wagnermendes disse...

Ninguém entende a Record. A emissora não é tão burra a ponto de pensar que o tal ESPECIAL fosse dar audiência, dinheiro certamente iria render. A própria emissora se 'entrega' e está claro a ligação entre Record e a IURD... Que investiguem. O telespectador merece.

Festas UFSC disse...

Burrisse seria se nao cortassem aquilo. Óbvio que ía traçar!

KG disse...

Festas UFSC, burrice foi TER COLOCADO AQUILO NO AR. Óbvio que ia traçar ;)

Marcos Tony disse...

Menino, cuidado! Lembra-se da outra vez em que vc recebeu ameaças de gente da própria? rsrsrsrsrs...

Mas concordo com tudo que disse, mas todos já sabemos no que vai dar: em nada! Até porque, a emissora está empenhada em eleger a candidata do Lula e seus profissionais (?) como Paulo (eca) Henrique Amorim, Luiz Carlos Azenha, Rodrigo Vianna e os blogueiros do R7, não medem esforços no ataque à imprensa que não se curva ante à mentira de que Lula é um deus e que não colaboram na fabricação da deusa de cera que eles querem que o suceda. Por que atacou-se tanto a campanha de comemoração aos 45 anos da Globo?

andrew macarthy disse...

então a REDE VIDA A CANÇÃO NOVA A SÉCULO 21 TEM QUE SAIR DO AR TAMBÉM?
CARA ESTAMOS EM UM PAIS LIVRE NÃO VEJO NADA DE MAIS O EDIR MACEDO TER UMA REDE DE TV COM DINHEIRO LIMPO QUE O POVO DÁ E SABE ONDE VAI. O ROBERTO MARINHO NÃO TINHA IGREJA MAS PEGAVA O DINHEIRO DO POVO(BNDS,FGTS O PROJAC FOI COM DINHEIRO DO FGTS EU LEMBRO), QUE É MUITO PIOR.PAREM DE PERSEGUIR A RECORD QUE É UM POUCO RESPONSÁVEL PELA QUEDA DO MONOPÓLIO GLOBAL, E ESTA AJUDANDO O BRASIL CRESCER.

Marlon Kraupp disse...

Tirar a concessão é meio forte de mais né, tem muuuuuuuuitos empregos em jogo !

Mais alguma boa, e severa punição deveria haver !

Mascarado disse...

Vou comentar dois trechos aqui:
Primeiro trecho:

“Mas isso nem é o mais grave. A cúpula da Record já cansou de dizer que não existe nenhuma ligação entre a emissora e a IURD.”

Meu comentário:
Mentira,a Record nunca escondeu sua ligação com a igreja universal,tanto é que exibiu uma entrevista com Edir Macedo no Domingo Espetacular (essa entrevista inclusive deu picos no ibope),nessa entrevista Edir Macedo afirmou que um dos seus projetos é tornar a Record cada vez mais forte.
A única coisa que a lei exige é que transações financeiras só podem acontecer dentro da relação cliente e prestador,isso já acontece,pois a universal é tratada como cliente quando compra o horário da madrugada da Record,inclusive a Universal também requisitou o horário da madrugada da Globo e do SBT,as duas emissoras não quiseram ceder,por isso mesmo,as mesmas não podem reclamar que a Universal (como Ciente) previlegiam a Record e o ministério público já está ciente disso,quem quiser que pergunte para o próprio.

Segundo trecho:
“deveria tirar a concessão da Record de Edir Macedo e da Igreja Universal do Reino de Deus, já que igrejas não podem comandar emissoras da TV no Brasil. Explique-se Record”.

Meu comentário:
Será que o sujeito que escreveu isso está no “mundo da lua”??? Quão desinformado ele está,minha gente!!!
Nunca foi proibido igreja ter concessão de canal de TV,tanto é que a RIT pertence ao pastor RRsoares,a rede Vida,a tv Aparecida e a TV canção pertencem à igreja católica,entre tantos outros exemplos.
Transmitir flashes de eventos religiosos nunca foi irregular,se fosse,a Globo não poderia transmitir missas e dar destaques a tradições em feriados dedicados à santos da igreja católica
.Se for pra tirar concessão de TV por aí,a primeira a perder seria a Globo,pois na justiça constam irregularidades da Globo,como falsificação de documentos para obter a atual sede em São Paulo e a retirada de grandes somas de dinheiro da Caixa econômica SEM AUTORIZAÇÃO,para construir o Projac,a lei previa que empresa privada alguma poderia retirar dinheiro da caixa,mas a Globo tirou,isso sim seria motivo mais que suficiente para se perder uma concessão.

Wallace Precioso disse...

Mas eu acho que ali. O Bispo Edir Macedo, não entrou no ar como programa religioso, mas sim como proprietario da emissora. Ele pode fazer isso a qualquer hora, assim como Silvio Santos pode no SBT

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira