quinta-feira, 22 de abril de 2010

Produção de Sansão e Dalila parece já ter começado errado

A Rede Record mal começou a pré-produção da próxima série e já dá mostras de cometer os mesmos erros do passado com A História de Ester. A próxima série, Sansão e Dalila, também é bíblica e deve contar com a tal "licença poética", ou seja, adaptação da história para torná-la mais dramatúrgia possível. O problema é que se a adaptação for como foi na passada, vamos todos fugir para as montanhas.

Os primeiros indícios de que virão problemas em Sansão e Dalila se deu com a divulgação da mídia do primeiro nome que irá compor o elenco da história bíblica. Mel Lisboa, recém contratada da Record e que construiu sua carreira nesta década na concorrente, Rede Globo, é o nome mais cotado, de acordo com a mídia paulista, para interpretar Dalila, personagem central da trama.

Não é que Mel Lisboa seja uma má atriz (nem boa, já que não deu provas de ser tão talentosa), mas a Record apostou na moça para seu elenco fixo, certamente investiu pesado oferecendo um bom salário para que a atriz aceitasse deixar a Globo e já começa com uma escalação muito infeliz. Mel Lisboa carrega um forte estigma em sua carreira e ele atende por Anita, sua primeira personagem na TV, na minissérie global de Manoel Carlos, Presença de Anita

Essa personagem teve tamanha força, sensualidade e feitiço que os telespectadores jamais conseguiram tirá-la da cabeça, e por muito tempo a atriz e a personagem se misturaram no imaginário popular que sequer conseguiam diferenciá-la, não eram raras as vezes que as pessoas se referiam a atriz como a Anita.

Se com toda a estrutura de dramaturgia que a platinada possui, Mel jamais conseguiu se desvencilhar completamente da personagem, não será tarefa fácil na Record. E aí, em seu primeiro trabalho, entregam a moça uma personagem com incríveis semelhanças com Anita. Dalila provavelmente só não era uma mocinha muito mais nova que Sansão, mas foi através da sensualidade, da força de personalidade e de seu feitiço como pessoa que ela conseguiu fazer do herói bíblico o que ela quis, exatamente o que Anita fez na série.

Um erro grave porque trata-se da personagem central da série e eu espero que seja apenas boato da mídia, porque se for verdade, Sansão e Dalila já começou errado e, provavelmente, vai ter o mesmo desenrolar melancólico que teve A História de Ester. Será que a Record nunca aprende com os erros?

3 Quebraram tudo:

MASP 8ª C disse...

Ola Daniel, sou colunista e entendo sua crítica, entendo, não concordo.

Todos sabem que você faz questão de criticar a Record todos os dias, em todos os atos. É de se imaginar que a emissora erre muito, mas você deixa muito claro o seu desejo de jogar na cara dela o erro, ou, esporadicamente, equívoco.

Já te critiquei algumas vezes Daniel, dessa vez deixo apenas uma observação:

Você critica tanto a Record, que quando faz um adendo importante, não é levado a sério. Pois todos acham que o texto é fundamentado no seu rancor pela emissora, como a maioria é.

Abraços,
Breno Cunha

Gabriel Borba disse...

Daniel
Infelizmente sou obrigado a concordar com o Breno, no comentário acima.
Tua crítica à escalação da Mel Lisboa (minha conterrânea) até tem fundamento, talvez nem tanto pela Anita, mas mais pelas últimas atuações dela em novelas, que foram pífias.
No entanto, teu esforço em dizer que nada vai dar certo beira o radicalismo.
A História de Ester foi uma piada. Ok. Mas talvez tenham aprendido a lição, e façam uma produção melhor agora. Acho que não custa dar um voto de confiança. Afinal, todos temos que torcer por outras emissoras, para que a qualidade traga competitividade, o que só trará bons frutos a nós, telespectadores.
Um abraço

fps3000 disse...

Bom, ao menos ela tem experiência em sedutoras que arruinaram a vida de um homem ...

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira