sábado, 20 de março de 2010

Cama de Gato e suas muitas viradas


Cama de Gato chega nesta semana a sua reta final, a partir da próxima segunda-feira serão apenas 03 semanas para o fim de uma novela que definitivamente vai marcar época devido a todos os elementos que a cercaram ao longo dos quase 06 meses de exibição.

Ainda não quero fazer um balanço geral, pois isso só é possível após a exibição do último capítulo, em 09 de Abril, mas é preciso lembrar um dos principais elementos e, porque não, o grande diferencial do folhetim em comparação com qualquer outro no horário das 6 - até em outros horários se pensarmos melhor - as viradas.

Uma novela até certo ponto curta, cerca de 160 capítulos serão exibidos até o fim, quando a média do horário é um pouco maior, e ainda assim capaz de realizar tantas viradas que, em determinado ponto da trama, não era possível perder um único capítulo para não perder uma grande mudança no histórico dos acontecimentos.

O folhetim já começou com uma grande virada ao deixar o milionário empresário Gustavo Brandão (Marcos Palmeira) sem nada, tido como morto e tendo de enfrentar uma incrível jornada na tentativa de recuperar todo seu patrimônio. A partir daí, inúmeras viradas ocorreram: Gustavo aparecendo para Rose (Camila Pitanga); Gustavo e Rose namorando; Alcino (Carmo Della Vecchia) se casando com Verônica (Paola Oliveira); Alcino descobrindo as tramóias de Verônica; Verônica descobrindo que Gustavo estava vivo; Alcino sendo preso acusado dos crimes contra Gustavo; Gustavo recuperando tudo; Verônica tentando separar Rose de Gustavo; Gustavo descobrindo que Verônica era a grande vilã; Verônica sequestrando Gustavo; Gustavo se livrando de Verônica; Verônica sendo presa e, mais recentemente, Rose dividida entre Gustavo e Alcino.

Apenas no núcleo principal, em tão pouco tempo já tivemos todas estas viradas e todas - sem exceção - mudaram completamente os rumos dos 04 protagonistas da novela. A próxima virada ocorre a partir de segunda-feira, quando Verônica coloca seu plano em prática e consegue fugir da prisão para começar a aterrorizar os seus inimigos e também os ex-aliados.

Nunca antes uma novela das 6 teve um ritmo assim, tão agitado, com tantos acontecimentos simultâneos, tantas viradas, tantas rumos sendo modificados e tudo se encaixando perfeitamente, sem nada parecer forçado, sem nenhuma peça falhar. Esse ritmo lembra muito o de A Favorita, primeira novela da história da TV a não ter nenhuma barriga. Cama de Gato repete o ingrediente e mais uma vez funcionou - e bem.

Com certeza outras mudanças ocorrerão nas próximas três semanas e como a dupla de autoras Duca Rachid e Telma Guedes parece estar muito inspirada, o grande negócio é não perder nada até o fim.

Foto: TV Globo/ João Miguel Jr.


10 Quebraram tudo:

Daivison Tavares disse...

Daniel eu concordo plenamente com este texto,a novela veio inovar o horário das 6 e realmente o rítmo é alucinante.Eu só gostaria de frisar que eu não acreditei muito na justificativa de uma das autoras para explicar a morte da personagem Débora,vivida pela atriz Guta Gonçalves.Ela disse em um site que a idéia era fazer um Romeu e Julieta na novela.Ela afirmou que era fazer um personagem que sofreria por amor e depois morreria,mas se elas quisessem fazer um casal inspirado no romance de Shakespeare então matassem os dois.Mas eu não estou aqui para criticá-las porque a novela é delas e acho que elas podem dar o rumo aos personagens como elas acharem melhor,mas eu só queria que elas ouvissem mais a opinião do público que não queria que a personagem morresse.

Daivison Tavares disse...

Ah e eu também gostaria de deixar uma interrogação.Será que Escrito nas Estrelas vai implacar,tendo em vista o histórico de novelas da autora?

Caroline® disse...

A Verônica é uma cópia da Flora. Sério, fugir da prisão disfarçada de peruca preta? Vingança contra os inimigos? Tão clichê.... E dizem por aí que a gordinha do cabelo vermelho morreu porque tava dando trabalho pra produção, tipo garota-problema.

TVxTV disse...

Daivison: Sobre a morte da Débora eu entendi o que as autoras quiseram dizer. Elas se inspiraram no fim trágico do romance de Romeu e Julieta e não no todo da peça, entende? E, não, não é verdade que mataram a Débora porque a atriz é problemática. A morte da personagem estava prevista desde antes da novela estrear.

Caroline

Verônica é vilã, mas não é cópia da Flora. Personalidades completamente diferente, "modus operandis" também. Verônica tem classe, se perde na hora de agir sob pressão e, acha que a única forma de vencer é matar seus adversários, completamente diferente de Flora.

E sim, Cama de Gato brinca bastante com os clichês da telenovela, mas quem disse que clichê é necessariamente ruim? Depende muito de como é mostrado e, em Cama de Gato, é muito bem conduzido.

Daivison Tavares disse...

Daniel,obrigado pela consideração e eu entendi o final da personagem,só não gostei.Mas eu também não acreditei quando disseram que tiraram a triz porque ela era problemática,se fosse por isso ela naum teria saído agora,bem perto do fim da novela.Mas repito,muito obrigado por dar essa atenção ao meu comentário.

Othon Pereira de Noroes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Othon Pereira de Noroes disse...

Alcino fica com Rose,mas Infelizmente Alcino vai morrer final da Novela ..

Othon Pereira de Noroes disse...

tem calma aí...

no futuro Pedro ?


Em pena! Mas, para quem pensa que Pedro ficará sozinho, está enganado.

Pedro irá se envolver com a personagem da Érika(Monique Alfradique), a doutora que atendia Debora no hospital.

Pedro e Érika vão casar no final da Novela

Domingos Santiago disse...

É notável o talento de Thelma e Duca como autoras de novelas (só conheço este tipo de trabalho delas).

Sobre "Cama de Gato", Ufff, quase sem respirar. É espetacular ver que não há "encheção de linguiça".

Verônica é um vilã irritante (ainda bem que ela provoca isso), mas totalmente diferente de Flora. Flora expressava seus sentimentos de forma mais clara: gargalhava quando seus planos davam certo e gritava esperneava, quando os planos não fingavam.
Verônica é dissimulada e engana a todos.

É bom ver uma boa novela e, principalmente, quando ela tem gosto de "quero mais".

A prova da competência de Duca e Thelma, é o remake "O Profeta" de 2006, que encantou o públicou, elevando os níveis de audiência com uma história bem contada.

A Globo tem em mãos um time de primeira, que cria histórias inéditas com categoria e recria enredos de forma espetacular.

Kamila disse...

Essa novela é uma cópia mal feita de A Favorita e não sei como vc pode ser tão viciado nessa novela que não acrescenta em nada na vida de ninguem, sinceramente acho que essa novela é uma das piores que a globo ja fez o jeito dela o visual da novela não combina em nada com o horário, essa novela é muito violenta não combina com o horário das 18h por isso não vejo a hora de estrear Escrito Nas Estrelas uma história de amor leve e que parece combinar muito com o horário.

O grande problema de Cama de Gato é o casal protagonista Camila Pitanga e Marcos Palmeira, os dois são excelentes atores isso sem dúvida mais eles não tem química a prova disso é que muita gente prefere que a Rose fique com o Alcino.

Se você lembrar de Paraíso vc vai ver que a história é ao contrário o casal protagonista tinha muita química não havia nenhuma pessoa que não queria que a Santinha ficasse com o Zeca isso sim foi um sucesso.

Paraíso eternamente em meu coração.

"Nathierto" eternamente em meu coração.

O que faz uma novela das 18h ser sucesso é o romance e os protagonistas se uma novela não tiver isso a novela não vai ser sucesso.

Cama de Gato é uma péssima novela, estou contando os dias pra estrear Escrito Nas Estrelas.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira