segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A leviandade da Record

Mais uma vez a Rede Record mostrou estar completamente perdida em meio ao ego inflado de sua cúpula e cometeu um novo erro em seu jornalismo e, outra vez, de gravidade alta. Já está virando costume que os proprietários da emissora usem seu principal jornalístico para realizar pseudo-reportagens enganosas e que servem apenas como auto-promoção oriunda de conceitos falsos e que apenas levam o telespectador a concluir o que não é verdade.

No último domingo, o programa Domingo Espetacular veiculou uma longa reportagem em tom de zombaria contra a concorrência, levando o telespectador a acreditar que a Rede Record está num grande momento e que suas duas principais rivais, Rede Globo e SBT, estão perdida e "morrendo de medo" do que vem sendo produzido. A reportagem que teve direito a animação com o desenho Pica Pau dando marretada em alguém e dança da cadeira de jornalistas da Globo, fez o telespectador concluir que a emissora da IURD entrou com os dois pés na briga pela liderança de audiência.

E isso não é verdade. De forma enganosa, a produção "esqueceu" de levar ao ar dados importantes para que o telespectador pudesse ter uma conclusão razoável. Por exemplo, não houve nenhuma citação de que, em 2011, a emissora fechou com a pior média dos últimos três anos, tendo uma queda acentuada em relação a 2010. Também por "puro esquecimento" não houve dados que davam conta de que, na briga pela audiência, a Record está muito mais próxima do SBT do que da Globo.

Mostrando parcialidade impressionante, a emissora levou ao ar reportagens de outros veículos que citam a boa audiência da emissora - mas esqueceu de veicular reportagens dos mesmos veículos tratando da crise de audiência de 90% dos produtos da casa - e, mais grave, utilizou reportagens de jornais como a Folha de São Paulo, a quem ela sempre atacou e questionou a credibilidade. Uma pergunta que o telespectador se fez: se a Folha não tem credibilidade quando ataca a Record, a tem quando mostra reportagem favorável?

Em meio a uma série de meia verdades que, na prática, são mentiras completas, a reportagem do Domingo Espetacular tentou fazer com que o telespectador acreditasse em uma situação irreal do cenário televisivo brasileiro. Atualmente, a Rede Record briga para manter a vice-liderança - já perdeu em diversas Praças e vem perdendo forças em praças fortes como São Paulo e Rio de Janeiro, mas ainda está a frente do SBT no PNT - e não há qualquer possibilidade de se aproximar da líder no atual momento.

Essa reportagem que mais parecia uma ação publicitária - mas que não pode ser vista como tal, visto que foi apresentada como algo jornalístico - mostra o quão perdida está a emissora nas mãos de um grupo de pessoas que não consegue enxergar televisão como deve ser, antes, na tentativa de massagear seu ego, procura esconder o óbvio: a pior crise da Record nos últimos 10 anos.

4 Quebraram tudo:

Marlon Kraupp disse...

O pior é que, quem não acompanha a audiência, acredita nisso... Esses são os mesmos que acreditavam no slogan da rede tv " A rede de tv que mais cresce no país"

Severino Silva o Servo na IPI disse...

So' faltaram falar que Vidas em Jogo e' a melhor novela da tv.

Wander disse...

Acabei de ver a tal "reportagem" (se é que isso pode ter essa denominação) no youtube e me senti enojado perante tamanho mau-caratismo, cara-pau e arrogancia dessa emissora, que tem coragem de levar isso ao ar!

Repetindo a frase de Sandra no jornal hoje "Me dá uma raiva"! e tipo, a Globo nunca se rebaixaria a tal ponto de fazer uma reportagem como réplica, e o Silvio santos nunca permitiria o SBT fazer o msm, então fica a Record lançando essas reportagens tendenciosas, fazendo o publico a acreditar que esta a um passo de liderar e a Globo em falencia, pq né.. só faltou dizer isso!

Tenho Nojo dessa emissora, esse tipo de matéria, é um afronte a mim, e a qualquer telespectador, um atentado a minha inteligencia.

Paulo Roberto Montanaro disse...

Bom... pelo menos, são poucas as pessoas que assistem a produção que viram a reportagem. Ou seja, são essas poucas pessoas que acreditam serem muitas. O resto as ignora.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira