domingo, 7 de novembro de 2010

Teleton e o Assistencialismo Barato

Aconteceu entre sexta e sábado um dos eventos de assistencialismo mais famosos da TV Brasileira, o Teleton. Completando em 2010 60 anos de existência, no Brasil o programa chegou a sua 13ª edição, sempre organizado pelo SBT graças a Sílvio Santos e Hebe Camargo. A proposta básica do Teleton é reunir artistas de todas as emissoras abertas do país numa maratona de mais de 24 horas no ar buscando doações para a AACD.

Ontem principalmente não se falou de outra coisa no mundo virtual. Fãs histéricos do SBT imploravam que seus contatos realizassem as doações a fim de que a meta estipulada sabe-se lá por quem de R$ 20 milhões fosse atingida. Como é de praxe, de famosos mesmo somente os artistas do SBT e alguns cantores que fazem questão de bater ponto em eventos assim.

Este é o clássico evento barato que deveria ser excluído do país. Quem acompanha, sabe o que os organizadores fazem a fim de emocionar e levar os telespectadores a doarem. Apresentam crianças, algumas realmente incapazes de estarem num estúdio de TV, exploram ao extremo sua imagem e história e, em seguida, jogam ela de lado para falar da próxima. Muito parecido com a espécie de assistencialismo que o Programa do Gugu faz.

Os fãs do SBT que me perdoem, mas não é raro ler no twitter ou em comunidades e fóruns adjetivos ao Programa do Gugu em momentos com quadros assim como "nojento", "deplorável", "bizarro". Porém, quando é a emissora que eles tanto gostam que promovem este tipo de lixo, eles se emocionam e acham lindo. A desculpa de que há ajuda não é válida, pois Gugu também ajuda todos que passam pelo seu programa.

E para que show? Para que apresentação artística? Quem está ajudando é com o coração aberto, com intenção de ajudar ao próximo ou por que está empolgado em ver seu artista predileto cantando e pulando feito uma perereca na TV? Artistas não vão ao Teleton para emprestar sua marca num evento assim, vão para divulgar seu trabalho, o que é absolutamente deplorável. A propósito, novamente os fãs do SBT criticaram muito Marcos Mion por ter divulgado seu programa Legendários enquanto passou pelo Teleton, mas alguém viu uma única crítica ao SBT por ter usado o momento de maior audiência do programa, no final, para divulgar a novela de Íris Abravanel, Corações Feridos? A impressão que dá é que sendo Sílvio Santos falando, pode tudo. Ele é um grande comunicador, um baita empresário, mas ele não pode tudo.

Sobre a meta, chega a ser divertido acompanhar as pessoas implorando para amigos doarem para que a meta seja atingida. O objetivo é doar ou atingir metas? E outro fato, alguém realmente acha que a meta não será atingida algum dia? Essas doações finais de grandes empresas são claramente combinas previamente e, somente depois de calculado o valor dessas doações, é que a meta é feita. Qualquer criança enxergaria isso se não estivesse cega pelo fanatismo.

Algo muito infeliz também foi o que se viu de twitteiros, donos de sites e afins. Chegaram ao cúmulo de dizer que doariam conforme as pessoas seguissem no twitter. Sem seguidor, portanto, as crianças da AACD não precisariam das doações, ne? Me poupe.

Teleton é na verdade um show de horrores, um circo que faz questão de explorar a deficiência humana da forma mais cruel. É exatamente isso. Como se pagássemos para ir a um circo ver crianças "com defeito" e, nossa mente alivia isso apenas porque "o dinheiro será investido para ajudá-las". Isso não justifica a exploração. Nunca.

24 Quebraram tudo:

Alexandre disse...

Bem, quando comecei a ler seu blog, achava muitas de suas críticas fortes demais e até mesmo errôneas. Mas continuei a acompanhar os posts e fui te entendendo, e concordando na maioria das vezes. Agora eu lamento profundamente essa sua opinião sobre o Teleton. As mães e crianças que vão lá ficam felizes em mostrar a superação dos seus filhos, ou você acha que elas têm vergonha deles e preferem viver escondidas? A AACD é um centro de recuperação primoroso, e o Teleton serve para divulgar essa peça fundamental na REcontrução familiar. Essas Famílias sofrem muito no início. E é óbvio que o evento também tem função de entreter o telespectador. TV é feita pra isso, não é? ... Agora assistencialismo barato? O gugu usa a deficiência da criança pra dar audiência. O teleton usa os artistas para chamarem atenção pro projeto. O gugu explora o sofrimento. O telton explora a SUPERAÇÃO! Eu vejo muita diferença.

enfim, esse seu post merece muito mais comentários, mas agora tenho que estudar. Depois comento mais...

KG disse...

Texto COMPLETAMENTE dispensável, em todos os sentidos. Se você tivesse um filho que fosse beneficiado pela AACD não estaria falando essas besteiras.

Não importa se as pessoas que acompanham são fanáticas, se as metas são previamente estipuladas ou se os artistas vão ao programa para divulgar seus trabalhos: o que importa é que doações estão sendo feitas e estão beneficiando as crianças que necessitam desse dinheiro.

Muito forçado de sua parte. Perdeu uma boa oportunidade de ficar "calado".

André Esteves disse...

Texto COMPLETAMENTE dispensável, em todos os sentidos. Se você tivesse um filho que fosse beneficiado pela AACD não estaria falando essas besteiras. [2]

Torça para que você nunca precise desse "assistencialismo barato".

João Pedro disse...

Não concordo com a maioria das coisas ditas.

Rafael disse...

Texto COMPLETAMENTE dispensável, em todos os sentidos. Se você tivesse um filho que fosse beneficiado pela AACD não estaria falando essas besteiras. [3]

sigiani disse...

O teu texto é que é "nojento" "deplorável" e "bizzaro". Torce pra que tu nunca precise da AACD meu! aí tu vai dizer o contrário de toda essa babaquice q tu disse aqui!

Paulo Almeida Prado disse...

"Este é o clássico evento barato que deveria ser excluído do país."

você vai sustentar a AACD e ajudar as milhares de pessoas cujas vidas são transformadas pelo excelente trabalho da instituição?

que nojo da sua opinião.

Paulo Almeida Prado disse...

o slogan "comentários de quem entende do assunto", se referindo a TV, nunca esteve tão errado.

e se referindo a vida tbm. que opinião tacanha, triste e lastimável.

Victor disse...

Mas ele não critica a associação ou o trabalho dela, ele critica a forma como o programa está sendo apresentado, explorando o sofrimento alheio, etc. É necessário que vocês saibam discernir quando se critica algo ou a forma como esse algo nos é apresentado.

video music disse...

tvxtv só quem precisa realmente da ajuda da AACD sabe como o teleton é importante, se o teleton acabasse o que iria fazer essas pessoas, como a AACD iria arrumar dinheiro para continuar os ajudando.
O jeito do teleton ajudar quem precisa pode não agradar a todos, E DAÍ? nem Jesus agradou a todos.
pelo menos o teleton tenta ajudar, diferente de pessoas que criticam, mais não faiz nada.

FOXXavier disse...

Na boa. Sua crítica foi ridicula,sem nexo e indispensável. O Teleton todo ano mostra para onde vai o dinheiro de forma transparente, ao contrário de muitas outras campanhas que vemos por aí. Sem isso uma instituição como a AACD jamais conseguiria expandir seu trabalho, e você não enxegra isso? Chama de "oportunismo barato". Então, pq vc não doa os 20 milhões anuais, que são necessários e banca a insituição?
Todo Silvio Santos abre cerca de 27 horas de programação na grade de uma emissora aberta. Você chama isso de "barato" de "espetáculo".
Espero que um dia você não precise dos trabalhos da AACD na sua familia ou com alguém próximo, mas seria belo pra você aprender a clara boca a valorizar o trabalho e o emepnho alheio.

Jorge William disse...

Apenas reafirmo os comentários anteriores e espero apenas que nem você algum amigo ou ente querido não precise da AACD

João disse...

Texto COMPLETAMENTE dispensável, em todos os sentidos. Se você tivesse um filho que fosse beneficiado pela AACD não estaria falando essas besteiras.[4]

Gostava do seu blog, lia sempre, mas agora só tenho nojo de você D:

Léo disse...

Mas ele não critica a associação ou o trabalho dela, ele critica a forma como o programa está sendo apresentado, explorando o sofrimento alheio, etc. É necessário que vocês saibam discernir quando se critica algo ou a forma como esse algo nos é apresentado. [2]

As pessoas que comentaram podem não estar erradas em algum sentido, mas perdem completamente a razão quando ofendem o dono do blog. Francamente, isso é um blog PESSOAL. Essa é a opinião DELE. Não posso falar nada, porque nem conheço essa campanha. Mas essa intolerância me deixa imensamente impaciente. É só mais uma prova de que o Brasil ainda não saiu das sombras. Pode ser que o Teleton ajude a AACD, mas isso não da a ninguém o direito de sair jogando trezentas pedras no outro.

Sinceramente.

David Matheus disse...

A diferença do Gugu pro teleton é que o primeiro faz assistencialismo por audiência e o outro é pra ajudar milhares de pessoas, e por mostrar a real situação das crianças, é no mínimo o óbvio que deve ser feito pois como você pode doar sem saber pra onde vai???? eles têm que mostrar mesmo o sofrimento dessas crianças pois eu não doaria a algo que não me mostra o que faz??? Teleton é indispensável pra AACD, todos sabem disso, por que é mostrado lá na TV.

wagner disse...

A cada dia você me surpreende mais com seus comentários e declarações. Estou muito triste e decepcionado. Você não tem sensibilidade? Não entende os problemas sociais do país? Você passou anos na faculdade e não aprendeu nada? Reveja tudo o que fez até hoje, Daniel, não entendo o que você escreveu, juro que não. Sempre lhe admirei e concordei, na maioria das vezes, com suas críticas, mas agora não dá. E não estou dizendo isso pelo fato de ser fã do SBT não, você bem sabe que não. Enfim, texto totalmente deplorável.

Ary disse...

Caro Daniel,

Creio que o senhor foi excessivamente ácido em sua crítica. Não obstante isso quer dizer que o senhor esteja errado nelas. É sim,uma questão de visão de mundo diferente.

Creio que programas desse tipo,ainda que sirva como palanque eleitoral pra artistas fazerem suas propagandas,é válido pelo objetivo final. É fácil nós que estamos do lado de cá da cerca façamos nossa crítica com a pura e simples razão sem contudo colocar nela o coração. Se só a simples razão fosse suficiente pra resolver nossas mazelas então o mundo ideal seria o mundo dos robôs. Ao ponto.

O senhor escreveu:

"E para que show? Para que apresentação artística? Quem está ajudando é com o coração aberto, com intenção de ajudar ao próximo ou por que está empolgado em ver seu artista predileto cantando e pulando feito uma perereca na TV? Artistas não vão ao Teleton para emprestar sua marca num evento assim, vão para divulgar seu trabalho, o que é absolutamente deplorável."

Respondo: O show se faz necessário porque precisa trazer o público para a arena. O ideal seria mesmo que as pessoas fossem lá movidas apenas para ajudar. Mas é fato que a maioria vão pra ver seus artistas preferidos cantarem,muitos por uma questão de falta de informação(aqueles que zapeiam),para no canal ve seu artista cantar e só depois ve a proposta dqquilo tudo. Em resumo: Há os que vão lá já convencidos; e há os que é preciso convencer ainda. Para os que ainda se precisa convencer,isso só pode ser feito se ele encontrar algo que seja atraente. No caso,um cantor preferido cantando,ouartista atuando.

Evidentemente há muita hipocrisia e muitos pesos e medidas por parte de fãs do SBT, mas não se pode jogar fora ou diminuir o valor benéfico de um programa desse para o país simplesmnete por causa de algumas questões técnicas ou por causa de alguns gatos pingados.

Tem muita gente boa envolvida nesse projeto. E é um projeto que vale a pena.

Renato Bonfim disse...

Fico triste ao lembrar, ao ler esse texto, que não existem muitas pessoas, que se dizem humanos, que pensam dessa maneira. Ficaria feliz se só fosse você.

É confortável dizer isso de uma ação que você, de uma AACD que você nunca presenciou o trabalho, nunca precisou. Eu conheço o trabalho deles e repito, fico envergonhado de ter uma sociedade que pensa assim. Que Deus abençoe que você nunca precise de ajuda da AACD ou de qualquer associação dependente de ajuda do próximo, já que, se depender de você, elas não existiriam.

Paulo Pacheco disse...

Daniel, vamos lá:

A TV é, ainda, o meio mais eficaz de divulgação de uma marca, um produto ou uma ideia, por ainda ser o veículo mais democrático e mais acessível, já que quase todos os lares possuem televisores. Dessa forma, a AACD precisa da TV para divulgar seu nobre trabalho na recuperação de deficientes físicos.

Se não fosse a TV, e se a AACD não fosse lembrada ano a ano por causa do Teleton, aposto que a associação jamais conseguiria arrecadar R$ 23 milhões em duas noites. Muitas pessoas só lembram que a AACD existe uma vez por ano, porque assistem ao Teleton - por isso é fundamental levar as crianças deficientes ao palco, mostrar o tratamento dado a elas, enfim, divulgar o trabalho da AACD. Muitas destas são fãs dos artistas que participam do Teleton. Por isso a presença desses artistas é importante. Eu diria que é um apelo midiático do bem. O Léo, da dupla Victor & Léo, falou bem sobre isso ontem, que a causa de ajudar é maior e mais importante do que a presença dos artistas no palco (não foi com essas palavras). Mesmo que as pessoas contribuam só porque os artistas pedem, mas pelo menos doam.

Sobre o apelo por ibope, o Teleton e o único "programa" que converte instantaneamente audiência em dinheiro. Cada doação de R$ 5 era uma pessoa assistindo (que pode ter doado mais vezes também). Programas de TV precisam de audiência para mostrar os altos índices do Ibope ao mercado publicitário e, assim, faturar. Contudo, no Teleton, a única instituição que "fatura" é a AACD. Diferenciando-se, assim, do mencionado Programa do Gugu.

Acho muito válido ter uma opinião contundente sobre o Teleton, Daniel. Ainda mais nessa sociedade hipócrita, que liga para o Teleton e discrimina os deficientes físicos nos outros 364 dias do ano. Porém, não tratando o evento como um mero show sensacionalista. A TV, em sua característica fundamental, é show. Para chamar o público, o show é um dos meios mais eficazes. E o Teleton deve continuar assim, porque seu motivo é nobre.

Sabe aquela frase do pensador Maquiavel, "Os fins justificam os meios"? No Teleton, esta frase ganha novo sentido: "Os fins sobrepujam os meios".

Akissel Donner disse...

Leio seu blog as veses, mas nunca comentei, por que achei relevante, mas dessa vez eu tenho que comentar,

Olha, eu sei que é sua opinião, mas você esta com péssimos pensamentos sobre o Teleton, e ate chego a dizer que voce tem odio, talvez pelo motivo de varias pessoas donas de sites terem sido convidados e você não. Mas isso não vem ao caso.

O teleton é algo para o bem, pois mais que voce nao enxergue, e no que voce disse existe sim pontos que sao verdadeiros, mas existem pontos de alta equivocaçao.

Por exemplo: é claro que os artistas vao ali para divulgarem seu trabalho, mas nao apenas para isso. Eles vão lá com a intenção de fazer o bem, de mostrarem que são de bem, e so aproveitam para divulgar, se eles quisessem mesmo divulgar o trabalho, eles levariam milhões de cds, divulgariam seus sites, e so falariam neles mesmos, ate esquecendo o por que estavam ali.

Quanto ao que voce falou dos fãs da emissora, eu digo: sao poucos que tem um blog que tem umas 100mil visitas diarias(ou um twitter em 100mil seguidores), e isso é o que gastaria se eles quisessem fazer uma campanha para o bem sozinhos em seus blogs. Entao já que a maioria deles são pessoas de bem, eles vem na campanha uma forma de fazer o bem, e claro que na emissora que eles gostam e amam tanto isso fica melhor ainda. Voce que é fã da record, nao fica ai em seu blog fazendo campanhas para a universal por que claro: é chato, fora de si...mas é pra voce, se voce fosse de bem, estaria ai chamando todo mundo para ir na universal e etc.

E a record tambem é asism, todos os dias ficam lá naquele sensacionalismo com o fala que eu te escuto, pedindo para as pessoas irem ate a igreja, e depois retira dela dizimos, e que podem sim ser investidos em mais igrejas para ajudar mais gente... e tem la pessoas que duvide disso. Mas o fato é que a record faz o mesmo todo dia, ninquem reclama por que sabe que é pro bem, e as pessoas "ajudam" sim, eu mesmo que fico na madrugada ja vi o nome do programa varias vezes nos Trending Topics.

Emfim: você tem ate um pouco de razão, mas o seu odio, fez voce "nao ter muita razao", e ai o texto ficou todo deplorável como esta.

Repense em seus conceitos.

GRAZIELLE disse...

Muito mal colocado o que você escreveu, deveria pensar melhor na hora de colocar sua opnião. O que venho percebendo ao longo do tempo q leio o blog é que há excesso de confiança ao se expressar, muito arrogante, é tanta confiança que é fácil encontrar mesmas expressões em vários post, muitos artificialismos linguisticos, pouco conteúdo útil e pior - o que vc mais critica - MUITO SENSACIONALISMO!

Andréa disse...

Tudo bem discordar em alguns pontos do programa, mas como diz a Grazielle seu texto foi mega mal colocado, vc diz isso pq não tem ninguém próximo q precisa dos cuidados da AACD pq se tivesse ñ pensaria dessa maneira, veria pelo lado bom e ficaria feliz por ter alguma emissora se preocupando em arrecadar fundos so invés de exibir algum progra sem cultura

Se vc visse a alegria dessas crianças e a força q essa super mães tem de lutar apesar de toda dificuldade ñ pensaria assim, poderia até discordar do modo q é feito, mas não pela força da divulgação q fez com que mais 1 unidade da AACD pudesse atender novas crianças e desse a oportunidade que elas precisam e merece, crianças especiais precisam da nossa ajuda pra q tenham a mesma OPORTUNIDADE que nós!!

Antônio Souza disse...

Cada um tem sua opinião e seu ponto de vista sobre as coisas, e respeito independente do que seja. Mas esta sua crítica ao Teleton foi completamente desnecessária, e bastante equivocada.

O Teleton é um evento beneficente que, sem dúvida nenhuma, está mudando a vida de milhões de deficientes físicos nesses 12 anos de existência, arrecadando doações para a AACD se manter firme e forte para continuar esse trabalho maravilhoso. Só quem precisa dele realmente sabe do que eu estou falando.

Três pontos nesse seu texto me chamaram muito a atenção. O primeiro é você querer comparar o assistencialismo do Programa do Gugu com o Teleton, quando vê-se claramente a diferença de um pro outro: Gugu faz por audiência (tanto é que quando abordou o caso da Jocélia, ficou mais de duas horas naquilo), e o SBT com o Teleton faz com a intenção de ajudar e colaborar para um mundo mais digno e acessível a todos. E não precisa ser fanático por A, B ou C pra reconhecer essa diferença.

Outro ponto que me chamou atenção, ainda que menos relevante, mas tem que ser levado em conta, é você dizer sobre a propaganda de Corações Feridos: "para divulgar a novela de Íris Abravanel, Corações Feridos? A impressão que dá é que sendo Sílvio Santos falando, pode tudo". Assisti, e posso dizer com total convicção que foi a Hebe quem tocou no assunto da novela, e Sílvio logo desconversou. Acho que, pra escrever uma coluna ou uma crítica, antes de mais nada, é necessário o mínimo de informação sobre o tema, e não foi isso que você demonstrou nessa sua declaração.

E por último, e o mais "nojento", "deplorável" e "bizarro" do seu texto é o último parágrafo, o qual não tenho nem coragem de repetir aqui nesse comentário. Acredito que nem preciso dizer o motivo desta minha opinião.

Bom, enfim, a impressão que eu tenho é que você fez esse texto com o simples objetivo de jogar na cara dos fãs do SBT suas críticas ao Gugu. Sendo isso ou não, te recomendaria rever um pouco melhor os seus conceitos, e fazer um exame de consciência. Mas tente pensar em todas as pessoas que são ajudadas por esse "show de horrores" e por esse "circo".

Já pensou se o Brasil inteiro fizesse esse "show de horrores" e esse "circo" que o SBT faz pra ajudar a AACD, como as coisas seriam bem diferentes?

Antonio Oviêdo disse...

Não concordo com sua opinião dessa vez. Concordo com o final, que a meta sempre será atingida, mas que bom que é assim não? Acredito no projeto, e não acho "um show de horrores" mostrarem crianças com um propósito de ajuda-las, não de maneira individual, mas sim, numa instituição que ajuda milhares delas. Continuo lendo as suas críticas, mas dessa vez, discordo frontalmente da sua opinião.

Abraços.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira