segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Alma Gêmea é um presente


Sei que o melhor num texto opinativo é que ele seja principalmente diversificado, por isso peço licença para me repetir à semana passada e falar novamente sobre novela. Sim, sobre novela. Mas dessa vez, diferentemente da outra semana, quero me ater a uma boa novela, como exemplo às demais.

Se critiquei e continuo com a mesma opinião sobre a fraca "Viver a Vida", também preciso dar o devido mérito à Rede Globo que põe em sua programação - de forma acertada ou não, vale a discussão - uma obra de arte da dramaturgia, chamada "Alma Gêmea".

Uma novela que foi ao ar há pouco tempo de fato não deveria ser reprisada porque o público tem lembranças fortes ainda. Mesmo assim é admirável poder assistir uma novela tão bem feita, com um roteiro tão redondo, cenas muito bem elaboradas e com situações e seqüência normalmente surpreendentes.

A história de Serena e Rafael foi muito bem contada por Walcyr Carrasco que, em praticamente todo capítulo colocava uma cena excepcional para brindar o público. O amor entre o casal protagonista era por si só algo lindo de se ver, não havia exagero, não havia clichê e nunca parecia algo forçado ou meloso demais. Tudo ali sempre fez sentido.

A interpretação, principalmente de Priscila Fantin, deixa a desejar e está muito aquém do núcleo protagonista. Flávia Alessandra já dava mostras de que seria uma grande atriz e Eduardo Moscovis dispensa qualquer comentário, pois todos sabem como é um dos atores mais talentosos do país.

Outro fato que torna a novela deliciosa de se assistir é o núcleo cômico - que não é pequeno - com situações muito bem construídas e sempre divertidas. Destaque para Fúlvio Stefanini e Fernanda Souza que normalmente arrancavam muitas - e agora arrancam novamente - do público em suas atuações.

Em uma época em que vemos uma novela das 21h tão fraca, tão cheia de clichês e com personagens que simplesmente não conseguem agradar ao público, poder assistir "Alma Gêmea" é um presente, um prêmio para quem tem a oportunidade. Pois ali, sim, vemos uma novela.

*Este texto foi originalmente escrito para o site Famosidades Conheça tudo sobre o mundo dos famosos no site.

5 Quebraram tudo:

Paulo Roberto Montanaro disse...

É uma novela realmente bastante cativante. E olha que o tema poderia até ser meio polêmico em um país tão cristão... mas a leveza com que o tema é tratado evita estas arestas. Se não tem o brilho de "O Cravo e a Rosa", realmente é um ótimo produto que não precisa apelar para o erotismo ou a violência baratos. Só não gostei muito do final, mas isso ja é outra história.

Há braços
Paulo

Lipo J. disse...

Sou obrigado a discordar. Alma Gêmea, realmente está longe de ser uma de minhas novelas preferidas, não por qualidade, e tal, mas o enredo mesmo que não me pegou, achei a novela chata. E Viver a vida, não sei, é uma novela morna, colorida, e sabe eu gosto, talvez seja cedo pra falar qualquer coisa, mas viver a vida me agrada.

Abraços;.

marko disse...

não é meloso demais? tem certeza que esta falando de alma gemeas? a novela é boa, mas tem hora que irrita quando os personagens falam, repetidamente fatos ocorridos, como se fosse feita pra criança entender!algumas cenas são patetica! mas apesar de tudo isto a historia é boa...o problema de viver a vida são os protagonistas..nada haver!!a nova das seis parece-me interessante, ja o formato das sete ja cansou! ha muito tempo que contam nas novelas desse horario as mesmas piadas...das atuais (95 ate 09)so gostei de uga-uga. falei!

Anônimo disse...

a alma gemea é otima nao deixo de assisti um dia.espero que chegue logo o dia da Cristina se ferra.

noelma rodriguez disse...

há alma gemea é otima, corcordo com vc gata.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira