domingo, 1 de maio de 2011

Ribeirão do Tempo: a novela que não aconteceu

Vai ao ar nesta segunda-feira o último capítulo da discreta novela das 22h00 da Rede Record. Com texto de Marcílio Moraes (Essas Mulheres e Vidas Opostas), Ribeirão do Tempo sai de cena após quase um ano no ar (a estréia aconteceu no dia 18 de maio de 2010). Mesmo com tanto tempo sendo exibida, não se pode dizer que se trata de uma produção vitoriosa da emissora da Barra Funda, muito pelo contrário, fechando com média geral de 11 pontos, a novela fica 03 pontos abaixo de sua meta.

Quando o folhetim entrou em produção e Marcílio Moraes começou a divulgar lentamente a sinopse, muita gente se empolgou. Primeiro por que o autor teve a coragem de tentar resgatar o novelão clássico, estilo anos 80 e que tanto agradou o telespectador naquele período. Segundo porque Moraes tem crédito junto ao público, foi responsável por um grande sucesso na Record, a novela Vidas Opostas, e por uma das tramas mais elogiadas da emissora, Essas Mulheres.

Porém, ainda assim, Ribeirão do Tempo não empolgou em nenhum de seus muitos capítulos. Desde a estreia se percebeu que o autor tentaria diminuir o ritmo alucinado que os folhetins da emissora vinham apresentando, porém, a estratégia não funcionou. A princípio a novela foi rejeitada por ter muitas semelhanças com os folhetins da Rede Globo, mas sem a mesma qualidade e acabamento. A seguir, após as mudanças na sinopse e com o início aos mistérios e entruncamentos, os personagens foram perdendo sua essência e, o pouco de identificação que havia, se esvaiu completamente.

Ainda assim, a novela que se despede do público nesta segunda-feira, não pode ser considerada das piores. Ela não foi ruim, foi apenas insignificante. Não era um produto que chamasse a atenção ou fizesse com que o telespectador se sentisse envolvido a tal ponto de querer continuar assistindo. Um equívoco na carreira deste bom autor. Foi quase um ano desperdiçando um horário de teledramaturgia porque Ribeirão do Tempo simplesmente não aconteceu.

6 Quebraram tudo:

Paula Teixeira disse...

Essa novela tinha um ideia inicial interessante e qualidade de imagem e linguagem no início, mas se perdeu. E ainda sofreu com os 3 meses adicionais impostos.

A Record, pelo que pesquisei e falei diretamente com o diretor de teledramaturgia, não possui a rotina de fazer grupos de discussões com telespectadores. Esse trabalho é comum na Globo e consiste em um estudo da recepção dos telespectadores das novelas. As informações obtidas fundamentam as mudanças ou manutenção das histórias que estão no ar. A Record nao faz isso.

Se fizesse, descobriria o que funcionou e o que nao funcionou na novela. Letícia Medina, uma jovenzinha de 15, 16 anos, foi destaque, interpretou um menino no início, disfarçada, depois foi se tranformando em uma adolescente atrevida.Outro núcleo que chamou atenção dos telespectadores, foi o formado pelo casal Tito e Filomena. Usando mais uma vez o clichê de casamento por contrato, interesse, a eterna Luna de alma gêmea conquistou o público e se transformou na mocinha da novela. Mas Marcílio enrolou e segurou a felicidade deles até o último capítulo, literalmente, impedindo o público de ver por mais tempo a alegria do casal.

Atualmente, redes sociais são fontes importantes para saber o que funciona em uma novela. As emissoras deveriam estar atentas a isso. #Fikaadika

Pagina da Ninfeta Rayanne disse...

Discordo Totalmente Ribeirão do Tempo é Uma novela Muito boa, vai fazer MUITA FALTA!

http://rd1audiencia.virgula.uol.com.br/televisao/ribeirao-do-tempo-deixara-saudades/

yuri disse...

Acho que não foi bem assim.
A novela é APENAS BOA e teve uma audiência abaixo da meta 3 pontos.
No geral, é razoável!

cristian-monteiro disse...

Não gostei, sentia vergonha toda vez que via Bianca Rinaldi em cena, atriz fraca essa...

Victor disse...

Posta uma crítica sobre o novo seriado nacional da HBO: Mulher de Fases. Ou se quiser eu mesmo faço.

Francisco Othon Pereira de Norões disse...

eu acredito novela Insensato Coração e Morde e Assopra pode ser fracasso..

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira