segunda-feira, 26 de julho de 2010

Globo apequena Dança dos Famosos

Terminou ontem mais uma edição da Dança dos Famosos, quando do Domingão do Faustão exibido pela Rede Globo. O que se viu na edição vencida pela atriz Fernanda Souza foi uma audiência estável, e principalmente muita repercussão por parte do público brasileiro. Conforme as eliminatórias iam acontecendo, mais o telespectador se envolvia e demonstrava sua torcida para os diferentes participantes da edição.

A audiência extraordinária de 25 pontos de média na final - segundo dados prévios - veio para provar o tamanho do quadro. Esta audiência foi a maior da Rede Globo neste domingo, vencendo a média do futebol, do próprio Domingão e do Fantástico. A Dança dos Famosos não pode mais ser vista pela emissora como um dos simples quadros do programa dominical da emissora, como por exemplo o Se Vira nos 30, porque a participação do público é diferente e a repercussão tornou-se maior que o próprio programa.

Mantendo-a simplesmente como um quadro de um programa o que a Rede Globo faz é não prestigiar um grande produto que tem em mãos, pois já passou o momento de tornar a Dança dos Famosos um programa independente, com temporadas próprias, horário bem estabelecido na programação e com apresentador e quadro de jurados próprios, divulgação séria e bem colocada.

Sendo um programa único e no formato parecido com o programa americano, certamente o sucesso tende a ser ainda maior e boa parte das pessoas que perdem em virtude de estar como quadro num programa, passará a assistir. O raciocínio pode parecer complicado, mas não, é simples, muito simples. O Domingão do Faustão raramente consegue mais do que 20 pontos de média e a Dança raramente fica com menos de 23, logo, o público não é o mesmo, há um público específico que vê apenas a Dança dos Famosos, portanto, chegou o momento de transformá-la em programa. 

A rigidez na programação em prol do padrão Globo de qualidade, às vezes impede com que a cúpula da emissora aja nos momentos em que é necessário e ela perde grandes oportunidades e ousar e de ter mais produtos de qualidade. Este é o momento, e é uma pena imaginar que provavelmente a Rede Globo não irá aproveitar e a Dança dos Famosos continuará exatamente como sempre foi, um simples quadro.

Este texto também está disponível no site Famosidades, do Grupo MSN Entretenimentos

5 Quebraram tudo:

Admin disse...

Eu prefiro ela como "um simples quadro"

Sei lá, tem coisas que só servem pra quadros, e tem coisas que só servem pra programa próprio, e ao meu ver, a dança só serve pra quadro !

leocataldo disse...

Já reparou que a Globo compra formatos e transforma em quadro de algum programa da grade normal? Isso é medo de arriscar, mega normal, mas às vezes é necessário crescer. Já está comprovado que quadros como "Dança dos Famosos" (Domingão do Faustão) e "Lar Doce Lar" (Caldeirão do Huck) já possuem público e audiência cativos, por que não torná-los independentes? A grife (apresentador) conta muito, e talvez por isso a emissora tenha medo de arriscar. Sem contar a busca pelo horário em uma grade já estabelecida.

João disse...

Discordo INTEIRAMENTE. A Dança consegue sucesso porque está num programa popular, de prestígio, com um apresentador veterano e que tem audiência cativa desde 1989. É o maior programa de auditório do país e o quadro tem o espaço que merece. Mudar aquilo seria um erro que a Globo não cometerá, porque tem gente que entende de TV.

NELMA disse...

Concordo com seu artigo.
O Faustão cansa!!!!! e muito!!!!! Fala demais!!!! merece um movimento igual ao Galvão!!! cala boca Faustão!
Se não fosse por ele muito mais pessoas veriam a dança, com um apresentador/a mais suave menos convencido menos sabichão, nemos puxa saco, etc.....

Léo disse...

Bem, eu concordo com o seu artigo. Aqui em casa nós preferimos assistir a outros programas em outros canais, do que ao Faustão. Mas quando chega a hora do Dança dos Famosos, nós fazemos questão de assistir. O quadro é leve, divertido, e gera aquela expectativa de 'quem será que foi o melhor', além de estimular debates sobre quem deve ganhar ou não.

Não acho que o Faustão, por mais puxa saco que seja, condene o quadro. De tanta besteira que ele fala, eu dou muitas risadas. Toda aquela personalidade cômica dele deixa o programa mais leve e mais dinâmico.

E também acho que a Globo está perdendo muito com esse negócio de conservar os programas tradicionais, montando o ' padrão Globo de qualidade'. A exclusão daquela merda de Zorra Total e a criação de um programa com Stend Up's dos prórpios humoristas, na minha opinião, seria fantástico. Além de outras programações toscas (como a Xuxa, por exemplo), que deveriam ter ficado na década de 90, quando ainda faziam sucesso e eram novidade. Para ficar melhor ainda, a Globo precisa inovar (de verdade), e arriscar mais nas reais pesquisas populares.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira