sábado, 21 de julho de 2012

Avenida Brasil aponta um perigo: O jornalismo de troca de favores

Avenida Brasil é, indiscutivelmente, a novela de maior repercussão no Brasil nos últimos 10 anos - provavelmente é muito mais do que isso, mas essa é uma medição muito subjetiva, portanto, esse período é um número aproxima. Com o sucesso absoluto da história criada por João Emanuel Carneiro diversos pontos surgem para serem analisados e, alguns deles, fora do ambiente da própria dramaturgia, uma vez que ela passa a ganhar vida fora da TV.

Um dos pontos que vem chamando a atenção nas últimas semanas é o jornalismo de troca de favores. De fato, não há nenhum jornalista na trama e este assunto não é abordado sequer de forma indireta ao longo dos capítulos. Mas uma situação curiosa vem ocorrendo entre os conhecidos críticos de televisão e que, com o advento da internet, ganharam voz ainda mais ativa na manifestação do que eles chamam de análise aprofundada.

Avenida Brasil ainda é, de longe, o folhetim de maior aceitação da crítica nos últimos anos, porém, um pequeno grupo mostra que profissionalismo na crítica de TV vai apenas até a página 02. Este seleto grupo que sempre elogiou a história desde o primeiro capítulo e não se cansava de apontar qualidades no roteiro, de repente, iniciou uma campanha com críticas diárias e infundadas.

Algumas vezes são notas pequenas, lembrando que a roupa de determinado personagem estava amassada e isso é inaceitável. Ou talvez os números de audiência que estão abaixo de Fina Estampa - apenas em São Paulo, em todas as outras regiões e no PNT já ultrapassou e isso estes jornalistas não falam. Mas também há críticas longas, textos bem escritos e com rebuscamento falando sobre assuntos absolutamente irrelevantes, como o crescimento da Classe C - como se a novela em algum momento tivesse apresentado esta proposta.

Esses críticos que sustentam suas famílias com este trabalho tentam mostrar que estão apenas trabalhando e realizando análise imparcial. Mentira. Uma pequisa superficial notaria que, até cerca de um mês atrás, todos eles se derretiam de elogios ao folhetim. Tudo mudou após a polêmica entrevista de João Emanuel Carneiro à revista Veja em que o autor faz críticas ao formato das novelas, ao uso de atores e atrizes mais velhos como protagonistas, às chamadas panelinhas e chama outros autores ironicamente de "coleguinhas".

A partir deste momento apareceu o jornalismo de troca de favores. Estes críticos que sobrevivem de notinhas exclusivas sobre as telenovelas voltaram-se contra o autor em defesa a outros autores e, ao invés de debater a forma como JEC respondeu às perguntas, miraram contra sua história que, até então, era irretocável. A ideia central é simples: para manter suas colunas eles precisam se relacionar bem com os autores e, por isso, se voltam quem os critica criando factóides para convencer o telespectador que há problemas na história.

Avenida Brasil se elevou e tornou-se maior que o próprio João Emanuel Carneiro. Assim como infinitamente maior que críticos desavisado que acreditam enganar seus leitores. Está óbvio o jornalismo de troca de favores e essas críticas infundadas ultrapassaram o limite da vergonha alheia. É evidente que ninguém é obrigado a gostar da novela, é evidente que um crítico experiente pode encontrar problemas no desenvolvimento da história, na capacidade de interpretação do elenco, na direção, ou seja, análise técnica, mas birra contra o autor é coisa de gente pequena. Muito pequena.

5 Quebraram tudo:

Odmilson Silva Rodrigues disse...

eu discordo de Você quando diz que Avenida Brasil é a novela de maior repercussão dos últimos dez anos, não é mesmo.

Nada disse...

orgulho de ser seu fã, sambou muito o/

Fabio Dias disse...

Um sucesso incomoda muita gente....

Luiz Felipe Alves disse...

Avenida Brasil é sim a novela de maior aceitação da última década. Fato

GISELLE ASTHON disse...

Avenida Brasil é a novela da década. E isso deve ser difícil de engolir para muitos cricríticos recalcados que não têm personalidade e mudam de opinião conforme lhes convêm. Francamente, eles devem estar cegos ou tapam os olhos e ouvidos,pois o sucesso da novela está estrondoso e basta sair à rua ou entrar na internet para se deparar com esse sucesso. Quanto a audiência,aposto que em menos de um mês ,o quadro de SP muda e consolida-se de vez esse fenômeno. Sem falar que no PTN,que mede a audiência no Brasil inteiro ,já ultrapassou a antecessora. Oi Oi Oi

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira