quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Fina Estampa é um erro acertado

O título sugestivo e, simultaneamente, incoerente, foi devidamente escolhido para dar a ideia da representatividade da nova novela das 21 Horas da Rede Globo. Após 21 capítulos exibidos, Fina Estampa já permite uma avaliação mais ampla e com condições de verificar os elementos apresentados pelo autor da obra, Aguinaldo Silva.

O único autor a assinar todas as suas novelas no principal horário da teledramaturgia da emissora, Aguinaldo conhece como poucos os atalhos para o sucesso de um folhetim - é dele a maior audiência da década passada, Senhora do Destino - e prometeu retomar o caminho dos bons números de audiência para o horário. Prometeu e cumpriu.

Nos primeiros 20 capítulos, a produção atingiu média de quase 8 pontos acima a da antecessora Insensato Coração e a maior média do mesmo período de exibição desde Páginas da Vida. O público comprou a ideia apresentada na produção e dificilmente irá abandonar o folhetim. Não é temeroso dizer que Fina Estampa irá fechar a audiência geral acima da meta de 40 pontos proposta pela emissora.

Ainda assim, sucesso a parte, a trama em si não é recheada de acertos. Muito pelo contrário. Fina Estampa comete inúmeros equívocos em busca de audiência. Aguinaldo Silva decidiu não produzir uma obra de qualidade que seria lembrada pela crítica, mas optou pelo caminho da audiência fácil. Com uma história extremamente popular, porém sem nenhuma profundidade, o roteiro mexe com o emocional do telespectador, impedindo-o de ter uma visão imparcial do que está assistindo e, assim, os erros e a falta de profundidade acabam por serem perdoadas.

O grande diferencial, além do apelo popular, é a grande quantidade de situações acontecendo simultaneamente. Mesmo que elas sejam frágeis sob o ponto de vista dramatúrgico, elas movimentam a história quase que o tempo todo e isso quase sempre é sinônimo de sucesso. Com pouco mais de 03 semanas de exibição, a obra traz o contraste entre o superficial e o popular e consegue ganhar o telespectador neste contraponto. A novela não é ruim, ela tem uma premissa e a cumpre ao pé da letra. A premissa de não ser uma obra que faz pensar, antes, uma obra que faz sentir.

Numa análise rígida, Fina Estampa não é um acerto. É um erro, mas um erro acertado.

15 Quebraram tudo:

Nada disse...

Concordo, Fina Estampa é muito ruim. A novela não é merece mais audiência que Insensato Coração e Passione, mas fazer o quê?

Raylan disse...

Francamente, eu não entendo esses números do Ibope. Como pode uma novela tão ruim estar com a audiência tão alta? Fina Estampa deve ser a pior novela das nove dos últimos tempos. O texto é ruim, cheio de situações muito forçadas, as atuações da grande maioria do elenco é sofrível, até bons atores andam muito pouco convincentes em seus papéis (acho que isso se deve aos personagens completamente irreais), e a direção é um horror.
Fina Estampa proporciona um mistério tão grande quanto o de Morde & Assopra: Novelas ruins que são sucesso de audiência. Não me conformo com tamanha irracionalidade.
Ainda bem que a próxima novela das nove é do João Emanoel Carneiro, esse sim é um gênio e escreve tramas que serão lembradas para sempre.

Carla Pereira disse...

Ai que saudade de Insensato!

Marlon Kraupp disse...

Cara, sendo bem sincero, eu acho "FE" UMA MERDA.. porém, eu não consigo parar de assistir SÉRIO .. SHUAHUSA é algo sobrenatural USAHUHSA ...

Nada disse...

Raylan disse tudo o que estou pensando, incrível.

Raffael H. disse...

ACHEI PASSIONE E INSENSATO DOIS PORRES SEM PRECEDENTES, O QUE O HORÁRIO DAS 21H PRECISAVA ERA DO AGUINALDO. NÃO ASSISTIA UMA NOVELA DAS 21 DESDE CAMINHO DAS ÍNDIAS PORQUE DEPOIS SÓ VEIO M*RD@

Marlon Kraupp disse...

Ainda bem que a próxima novela das nove é do João Emanoel Carneiro, esse sim é um gênio e escreve tramas que serão lembradas para sempre. 2x


Agora sobre Morde e Assopra, vou falar o por que do sucesso. Ela é leve e engraçada, não tem história, não tem nada.. mais você assiste, e se não ri, pelo menos solta um sorrisinho ... Agora mesmo com a Cleonice rica... Então a unica coisa boa em M&A é o humor ...

Rodrigo Rocha disse...

Bom, vamos por partes...

Não acho Fina Estampa uma novela ruim. Acho uma novela confusa. Não é de hoje que o Aguinaldo Silva resolve optar pelo popular escrachado. Já são pelo menso 3 novelas seguidas que ele aborda o tema da "pobreza" e da riqueza da mesma forma: Senhora do Destino, Duas Caras e Fina Estampa.
Acredito que o maior erro de Fina Estampa seja, no fim das contas, seja a falta de verossimilhança de grande parte das situações, a não ser as da protagonista. Para mim, por incrível que pareça, a história mais bem resolvida de todas ainda é a de Griselda.
Entretanto Aguinaldo erra ao optar por um simples amontoado de conflitos, uma confusão de temas e o pouco desenvolvimento de ambos, o que deixa os núcleos rasos...
Vou citar algumas dessas situações:
Professora universitária (totalmente caricata, convenhamos) que não tem condições financeiras de dar uma computador para a filha? Mas mora em um apartamento em copacabana?
Mão de família que toma banho na lage de casa, totalmente nua, para o deleite dos vizinhos?

Liberdade artistica, tudo bem...
Subestimar a inteligência do público? Isso não pode Aguinaldo

Patrícia Oliva disse...

Não consigo assistir essa novela por dois dias seguidos. É um porre, uma afronta à minha inteligência! Cenas completamente surreais, por exemplo: Griselda recusando uma gorgeta porque não aceita mais do que o valor de seu trabalho, a atendente do bar do português tomando banho de mangueira na lage, sem roupa, num quase rala e rola com o colega e achando ruim que o filho adolescente lhe chame a atenção... além de tudo ainda quer dar um discurso de respeito para o filho... Um absurdo atrás do outro! Cenas desconectadas de uma trama extremamente fraca, sem conteúdo.
Fico eu com vergonha pelo elenco que tem que decorar falas tão imbecis! Wolf Maia (um diretor com larga experiência em televisão), Totia Meireles, Eva Wilma!!! Sem falar em Lilia Cabral e Christiane Torlone com seus "meu bem" que repete em todas as novelas, mas mesmo assim é uma consagrada atriz.
Nenhum dos núcleos chega a ter consistência, nenhum é interessante, pois os personagens são caricatos, as falas são vazias e a novela parece teatrinho de Barbie e Ken, coisa que qualquer menina de 4, 5 anos consegue fazer.
Assistir essa novela é uma total perda de tempo! Acabo assistindo ao Programa do Ratinho que pelo menos é engraçado.

Veruska disse...

Patrícia, você "tirou daqui". Há muito tempo eu não conseguia trocar de canal nesse horário. E olhe que eu sou noveleira e fâ incondicional das novelas da Globo. Mas essa conseguiu me tirar do sério! O Wolf parece que está no mundo da lua, suas falas saem fora do timing ... aquela turma jogando na praia, até agora não se explicou ... Os banhos, não só da atendente mas de vários outros são de uma apelação sem tamanho. Não tem um só personagem que seja coerente e a gente fica torcendo pra que a trama comece a fazer sentido, mas nada ... Dá pra assistir um capítulo por semana e tá tudo bem. E o Ibope diz que "tá bombando" ....

Zé Roberto disse...

Pois eu vos digo a razão de tanta audiência (podem investigar); a maior parcela da população brasileira são das classes C, D e F. E essas pessoas não têm muito discernimento do que é qualidade. Basta se identificarem com qualquer porcaria, para darem um ponto a mais de audiência. Por que vocês acham que puseram um núcleo de favelados na Malhação? Esse mesmo público que assite a essa novela horrenda das 9 (a pior já feita) é o mesmo que curte artistas como Belo e Joelma do Calipso e que votam em criaturas esdrúxulas como Tiririca, Clodovil e Romário. Isto porque o Brasil é um poço de diversidade subculturais. Quem diria que o mesmo autor de Tieta e coautor de Vale Tudo (que é tão cheio de si e equivocadamente convencido de que é o melhor; tanto que - como ele mesmo disse - não aceita horários menos nobres) seria tão impensavelmengte capaz de dizer que esta m#rda que está no ar seria a melhor novela que ele já fez? Eu olho para a protagonista e é como se eu estivesse vendo a Suzana Vieira vestida com a pele da Lília Cabral, que vive um dilema entre dois quarentões, que mais parecem seus sobrinhos e - pasme! - sofreu descaso do filho por ser pobre - EXATAMENTE IGUAL AO DA PERSONAGEM DA CÁSSIA KISS EM MORDE ASSOPRA (plágio lixo!), e ainda queria que a Glórias Pires fosse a protagonista (Ela se safou desse mico!); a Cristiane Torloni está repetindo o papel que fez em Caminho da índias... Eu vi uma cena em que ela se perde numa mata e cresce ramos em suas pernas (imbecilidade mais sem nexo e com atuação lixo) e ainda fazendo mistério semelhante ao da personagem da Flávia Alessandra em Morde e Assopra; já a Carolina Dieckman está repetindo o papel de Leona; Renata Sorrah (a melhor de todas as atrizes do elenco) - coitada! - só faz beber vinho e ouvir jazz, supostamente, pensando numa de suas clientes (Tosco!); também tem aquele núcleo da pousada, que é a morte; o Eri Johnson é péssimo ator e só faz papel dele mesmo; quanto ao diretor, este TEM SEMPRE que abocanhar mais um salário como ator (também péssimo); o Caio Castro está fazendo aquele mesmo papel de mocinho enjoado e pedante de Ti Ti Ti (parece que está sempre chorando de tanto estresse); o apelo sexual da novela é gritante, com cenas de seminudez - aquelas, mesmo, da morena, tomando banho na laJe (com "j"), é impensável... Precisa ser muito doida ou muito p#ta pra se expor para os moradores das casas mais altas do morro e, ainda por cima, com um filho adulto, circulando por dentro de casa, na hora em que ela está se banhando e se agarrando com um cara. E, para coroar toda essa lixarada, o namorado michê da Suzana Vieira (que é amicíssima da autora... Ops! Digo, do autor) ganhou "incrivelmente" um papel na novela (de mágico). Convenhamos, além de ter uma carinha de biba, ele mais parece um dublê DE FIGURANTE). Em suma: VOLTA, GILBERTO BRAGA! Ou então: VENHA, LOGO JOÃO EMANUEL! (E, de preferência, com a Cláudia Abreu fazendo papel de vilã. Ela é perfeita!). Enquanto isso, durante o horário - atualmente nada nobre - fico lendo meus livros ou assitindo à TV por assinatura. Ganho bem mais! Podem crer!

Ulemá disse...

Diante desta grande porcaria que é Fina Estampa, o que eu faço é gravar A Vida da Gente", que é uma obra prima e assistir no horário da primeira. Nunmca perdi tanto a vontade de assistir uma novela como agora. Mas quanto à "A Vida da Gente", só tenho elogios. Deveriam trocar as novelas de horário, sinceramente.

Junia Karla disse...

Eu e minha esposa odiamos Fina estampa, é uma afronta a inteligencia de qualquer um. Que coisa horrivel. JJ

Marta disse...

Concordo com a maioria dos comentários, a novela Fina Estampa é muito ruim. Personagens caricatos e repetidos, colados de outras novelas, situações inverossímeis, trama pra lá de batida, direção péssima, alguns atores muito ruins (dentre eles se destaca Caio Castro) e etc. Faz pena ver Eva Wilma, Lilian Cabral e alguns outros desperdiçando seu talento nessa droga. Porém faz sucesso porque o autor, com esperteza, aborda temas que o povo iletrado gosta. A saber: pobre que fica rica e "vence" a megera rica; megera rica que finge ser aristocrata porém é filha de empregada; várias e repetidas cenas de nudez parcial e de sexo; mulher velha que fica com galã ridículo que poderia ser seu neto (coitada de Renata Sorrah, não merecia isso). E por aí vai. Televisão, caros senhores, antes de tudo é negócio. E negócios são comprometidos com o lucro em primeiro lugar. É pena, antes a Globo era mais sutil, disfarçava melhor.

sol disse...

ruim é apeliudo essa novela foi uma "M" nunca assiti algo tão ruim ,mas concordo com os outros comentários depois de caminho das Indias só colocaram porcarias no horario nobre, usam bons atores em tramas ruins sem sentido, de baixo nível intelectual, haja saco para aguentar estas novelas,, a globo precisa inovar.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira