sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Malhação abandona formato com melhor temporada

Chega ao fim nesta sexta-feira mais uma temporada de Malhação, a novelinha teen criada pela Rede Globo em meados da década de 90 com o objetivo claro de atrair o público jovem e adolescente e que se tornou fenômeno de repercussão e audiência.

Mais de uma década depois, a novela sofreu por diversos desgastes, enfrentou crise de audiência, de criatividade e, em alguns momentos, nem como celeiro de novos talentos conseguia ser. Após a seqüência assustadora de temporadas com retumbante fracasso, a Rede Globo decidiu ser radical. Uma pesquisa apontou que o público de Malhação não era mais jovem, antes era das donas de casa que ficam assistindo aguardando o início da novela das 18 Horas e, por conta disso, a emissora decidiu, a partir da temporada que se inicia na próxima segunda-feira, Malhação se transforma numa espécie de novela das 17 Horas com o enfoque nas donas de casa, sem abandonar o público jovem.

E, coincidência ou não, a última temporada no formato atual, que chega ao fim nesta sexta-feira, veio para fechar com chave de ouro a novelinha teen. Emanuel Jacobina mostrou-se de extrema competência, não apenas para recuperar o público perdido nos últimos anos com as fracas temporadas, como soube contar uma história extraordinária, causando identificação do público jovem e driblando a censura, fato complicado nos dias atuais.

Se desde a temporada da saudosa Vagabanda, Malhação não conseguia mais acertar o tom, em 2011 a temporada foi impecável, tão impecável a ponto de se transformar na melhor entre todas as temporadas da produção. Mesmo que o elenco jovem não tenha conseguido se destacar - mas também não chegou a comprometer - o roteiro foi muito bem criado e desenvolvido, mesmo tendo que lidar com dois esticamentos não previstos na história.

O gancho para o último capítulo foi digno de novela do horário nobre e mostrou que Emanuel Jacobina é um autor maduro e que merece alçar novos voos na emissora, afinal, ele é responsável por fechar esta etapa da vida de Malhação recuperando a dignidade da produção

5 Quebraram tudo:

Nada disse...

Não concordo, essa temporada não foi tão ruim, mas nem de longe foi a melhor

Léo disse...

Não acompanhei nem de longe essa última temporada de Malhação, parte por falta de tempo e parte por falta de vontade mesmo.

Pra mim, Malhação perdeu completamente a graça quando acabaram com o Gigabyte, a Dona Vilma, Cabeção e toda aquela turma. Fiquei decepcionado quando abandonaram o Múltipla Escolha e foram para o Primeira Opção, e a partir daí não fiz mais questão de assistir. E não estou com uma boa impressão da temporada que começa segunda-feira, mas vamos ver...

Mateus disse...

Pra mim essa temporada foi tão ruim quanto as outras.
Nem de longe Emanuel Jacobina lembra o autor das primeiras temporadas no formato escola.

O cara demorou meses, com aquele caso "sumiço da Raquel" , numa enrolação sem tamanho, que no mínimo se resolveria em uma semana. E não venha dizer "esticamentos não previstos" porque isso é balela, todos os autores sabem que uma temporada de Malhação dura aproximadamente 1 ano! E se não me engano, essa ainda foi menor que as outras.

Sinceramente não sei o que você viu de espetacular ali que diferencia das outras péssimas temporadas, mas pra mim foi temporada repleta de vergonha alheia, com diálogos sofríveis, atores ruins, e que mais parecia um programa de conscientização social, no qual o personagem parecia falar algo escrito no wikipedia, do que algo para entreter.

Felipe disse...

Malhação já foi ótima, agora não tem mais graça. Nem assisto mais, adorova mesmo era as temporadas antigas.

Maicon Bueno disse...

A temporada sambou na cara da ID (sua anterior) e pisou em cima da Conectados (sucessora). Eu gostei, e mesmo com alguns meses só de barriga, a novela conseguiu ser envolvente.
Eu amo/sou essa de 2012/13, mesmo com todas as vergonhas alheias que a Globo fez. Mudou de protagonista, fazendo com que as autoras mudassem complemente a personalidade da mocinha. Que antes era destemida, passou a ser ameaçada e daquelas que correm atrás do amado.
O que era pra ser uma maravilhosa (apesar da audiência), ficou com apenas o ótima! A Globo realmente se supera.
Mas ainda assim, essa é uma das melhores desde 2008/09.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira