segunda-feira, 21 de março de 2011

Didatismo e exageros pintam Morde & Assopra

Adriana Esteves numa cena constrangedora
Estreou nesta segunda-feira, assim como Rebelde Brasil, a nova novela das 7 da Rede Globo, Morde e Assopra. Com a missão de substituir a altura o sucesso de crítica, público e repercussão que foi Tititi, Walcyr Carrasco prometia uma novela atual, moderna, bem humorada e, segundo ele, com uma história nunca antes mostrada na TV.

Nos primeiros minutos de exibição a marca de Walcyr Carrasco, autor que assina a obra, já estava impressa na cena de abertura. Muito exagero, didatismo e falas infantis. Em pouco mais de 03 minutos, a protagonista Júlia (Adriana Esteves) já havia dito duas vezes que os dinossauros viveram neste Planeta "há milhões de anos" - não se engane, esta frase foi repetida por todo o capítulo.

E assim percorreu todo o capítulo, do jeito que a Globo é acostumada a fazer, as apresentações tranquilas e tradicionais dos personagens estiveram presentes, marcas impressas da direção que já sabe o jeito de se produzir novelas com a marca Rede Globo. Mesmo assim, foi impossível deixar de notar certos detalhes que são, no mínimo, divertidos. Marcos Pasquim, em duas cenas, contou toda a história de sua vida e seus problemas que serão debatidos ao longo da novela. Para que sutileza quando se pode usar o bom e velho didatismo, certo? O óbvio agradece.

O texto e os diálogos são o grande problema de Morde e Assopra. Novamente, assim como vem fazendo em seus últimos trabalhos, Walcyr Carrasco parece apostar no jeito mais fácil de se fazer dramaturgia, didatismo, exagero, pastelão. Quer atrair o público pelo caminho fácil, simplista, raso e que não apresenta nenhum ganho cultural. Uma pena.

Mas, a trama teve alguns pontos positivos. A composição da protagonista Júlia parece muito interessante. Adriana Esteves se manteve firme e conseguiu segurar o rojão de interpretar diante de um texto tão frágil. Mateus Solano também conseguiu destaque, mostrando que se livrou completamente dos gêmeos de Viver a Vida. O restante do elenco, parece muito mais uma cópia de tudo que Walcyr Carrasco já fez, até núcleos inteiros foram copiados, literalmente.

Não me empolguei com a estreia de Morde e Assopra e duvido que o folhetim em algum momento vá chamar minha atenção. Uma queda brusca de qualidade em relação a antecessora, mas é o jeito do autor fazer televisão e, aparenta agradar público e direção da emissora. O jeito é suspirar, se manter de luto por Tititi e esperar alguns meses.

5 Quebraram tudo:

cristian-monteiro disse...

Esse texto estava pronto antes da estréia?? Essa foi a impressão, e o pior acertou tudo...rrsrs
O que é Savalla fazendo o mesmo papel de sempre??

Mas a direção é ótima, a fotografia também...

Gabriel Borba disse...

Daniel
Vou me render aos teus comentários mais uma vez.
Assisti ontem ao primeiro capítulo (enquanto jogava videogame com a minha filha, é bom observar), e achei o mesmo, exatamente o mesmo, que tu colocaste no teu post.
Aquelas cenas com explicações que JAMAIS vão existir em uma conversa normal só poderiam vir em uma novela do Carrasco. Mas vamos dar um tempo (eu, no caso, SEM assistir à novela) e ver no que dá).
Falando em novela, o que achou do "Bar da Jura" em Insensato Coração? Que pena, né? Ver um trabalho que poderia ser muito bom se perdendo...
Um abraço.

Guilherme disse...

Eu confesso que não assisti o capítulo inteiro, mas pelo que vi já posso dizer que é um lixo. Nada mais

Kevin Parreira disse...

Adriana Esteves, sem dúvida alguma, salva a novela. Mesmo se ela estivesse atuando para Tiago Santiago ela se sairia bem, porque ela é UMA ATRIZ GLOBO. Marcos Pasquim continua o mesmo... Fraco. Nunca gostei dele e acho que não tem saida. Morrerá sem saber atuar.

O roteiro é bem a cara do Carrasco, então, todos já sabem como é.

Em suas novelas sempre haverá exageros. É o jeitinho dele :D

Apesar de não ser uma A Favorita da vida, eu gostei. Teve algumas cenas que deram pra rir... (Adriana Estever nela, OBVIAMENTE.) É uma novela assistível. Ao contrário de Rebeldes BR.

Douglas disse...

Kevin Parreira

Ao contrário do que você disse , Rebelde BR é sim uma novela assistível. Tem boas tramas paralelas, humor carismático que diverte, boa fotografia, efeitos especiais de cena que são incríveis, mistura perfeitamente atores iniciantes com atores renomados de carreira extensa, etc.

Já que estou assistindo Rebelde, não estou acompanhando Morde & Assopra. Nunca gostei de novela das 19hrs da Globo. Sempre utilizando do humor pastelão (com excessão de Tititi).

by: Dooouglas '

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira