quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A Cura 1x09

João Emanuel Carneiro coloca o mundo da dramaturgia a seus pés e se torna o rei entre os roteiristas

* Este texto contém spoiler do último episódio da temporada se você ainda não assistiu, evite o post.

Se cada um dos episódios da primeira temporada de A Cura já foi espetacular, o último episódio fechou com chave de ouro uma obra de arte da TV brasileira e colocou a série no patamar de melhor produto de dramaturgia da História da televisão brasileira e, sem exagero, entre as melhores séries já produzidas em todo o mundo da dramaturgia.

É impossível descrever o sentimento do telespectador enquanto assistia ao desenrolar dos acontecimentos neste último episódio. Cada diálogo, cada cena, cada minuto de suspense levava o público para dentro da história e produzia em cada um de nós os mesmos sentimentos das personagens. Não é fácil citar um momento como o ponto alto desta exibição, pois foram inúmeros os momentos em que o público ficou abismado e boquiaberto com o incrível roteiro criado por João Emanuel Carneiro.

A morte de Graciema (Ana Rosa) caiu como uma bomba em Diamantina e Turíbio (Ary Fontoura) fez questão de lembrar Rosângela (Andréia Horta) que não apenas Dimas (Selton Melo) era responsável pela morte da esposa, mas a própria filha, ao permitir que o curandeiro se aproximasse da mãe. Muito forte a cena em que Turíbio diz a filha: "Você cravou aquela faca em sua mãe, você é a responsável pela morte dela", num show de atuação de Ary Fontoura e Andréia Horta.

Oto (Juca de Oliveira) seguiu seu plano maquiavélico para incriminar Dimas e, aparentemente tudo funcionava. Enquanto isso, ele ordenou a morte de Luis Camilo (Caco Ciocler) emparedado, exatamente da mesma forma como José Silvério (Carmo Dalla Vecchia) fazia no século XVII com seus inimigos. Cena terrivelmente forte de assistir quando Luis Camilo era emparedado e também muito forte quando ele conseguiu se libertar, graças a chuva que deixou o barro mais mole.

Oto, claramente um demônio que ultrapassou gerações, conseguiu atrair Rosângela para a mansão abandonada e a usou de isca para atrair Dimas. Ameaçando a vida da garota obrigou Dimas a curá-lo. Muito boa a cena em que mostrou Dimas pronto para curá-lo e, colocando a faca no pescoço de Oto ameaçando matá-lo para, em seguida, mostrar exatamente a mesma cena com José Silvério gritando para Ezequiel matá-lo e acabar com seu sofrimento. Ezequiel diz que não sabe matar e José Silvério ordena a morte da mãe do garoto, desesperado, ele consegue matar o vilão que comemora, lembra-se da maldição do índio e diz que, a partir dali, a maldição foi transferida para o garoto e eis a explicação de porque os dois se perseguem por tantas gerações.

Ao contrário de Ezequiel, Dimas manteve-se firme e não mata Oto que, irado, foii contra Rosângela e a feriu gravemente e deixou Dimas caído, desmaiado, com a ajuda do avô do médico. Por fim, temos a cena de Dimas numa prisão psiquiátrica recebendo a visita de Luis Camilo que afirma que o tirará de lá para ele curar Rosângela e, juntos, encontrarem Oto para matá-lo. A cena em seguida é a de Rosângela em coma no hospital, a câmera se aproxima dela até que ela abre os olhos e acaba a temporada, deixando claro que teremos a segunda temporada da série em 2011.

Um fim espetacular com um gancho sensacional coloca a primeira temporada de A Cura como a maior produção da história da TV Globo e deixa o telespectador ansioso pela segunda temporada e o desenrolar dos acontecimentos. Enquanto isso, só nos resta aplaudir João Emanuel Carneiro e Marcos Bernstein pelo roteiro excepcional, a Ricardo Waddington pela direção impecável e a todo elenco, sem exceção, pela interpretação impressionante da melhor série brasileira de todos os tempos.

Em tempo: O último episódio de A Cura registrou média de 16 pontos com picos de 18, garantindo a liderança para a Globo. A temporada fechou com média de 16 pontos e a liderança em todos os episódios.

12 Quebraram tudo:

Admin disse...

Caaara nem brinca, que gancho excelente, pensava que seria apenas uma temporada.. e me deparo com a excelente noticia que terá mais que uma :D

Ontem o episódio foi mais que foda.. sem palavras pra explicar o quanto bom foi :D

Agora, aguardando o inicio da segunda temporada :D

VLG disse...

Ao mesmo tempo que foi excelente, foi frustrante, porque o Otto continua vivo, matando quem ele achar melhor e ainda por cima, com a ajuda do Ciro (que raiva desse aí). Só espero que a Globo antecipe a segunda temporada - quanto antes melhor - parabéns joão emanuel carneiro e marcus berstein, muita coragem escrever um roteiro como esse, de verdade.

Caroline® disse...

Acho que a maioria dos espectadores queria um final "de novela", em que o vilão se ferra e todo mundo acaba feliz. Mas quem assiste seriado sabe que não funciona assim. Os autores deixaram uma porta aberta (o famoso gancho) para a continuação da história. Achei o final surpreendente, bem amarrado e criativo, como toda a série, diga-se de passagem.

PS: alguém mais morreu de medo do Oto/Silvério?????

Viviane disse...

Adorei a série, mas a maldição do índio era de que o Silvério penaria mas não morreria, tô certa ou tô errada?...

Essa foi a única parte que não entendi direito.

Admin disse...

Só tem uma coisa que não entendi, por que o Silvério buscou tanto a cura, e depois pediu para ser assassinado !

Alguém, ou até você mesmo daniel, entendeu?

@tvxtv e @trofeutvxtv disse...

Não gente, a maldição dizia: "Isso irá te comer por dentro ATÉ você morrer".

Portanto, a maldição nunca disse que o Silvério nunca morreria.

E ele, assim como o Oto, quiseram morrer porque, sabendo que não receberiam a cura de Ezequiel e Dimas respectivamente, a única solução para acabar com a maldição seria a morte.

lucasmansur disse...

Houve posicionamento da Globo quanto a segunda temporada?! Pq fica claro que há a intenção por parte do autor e há tbm gancho para isso. Mas a Globo, bem... não sei! Teve notícias?

Admin disse...

Mais ai que ta, se eles querem morrer.. pq não outra pessoa matar eles.. pq tinha que ser exatamente o Ezequiel e Dimas?

A de se pensar UHSAUSAUHS

Maria Luísa disse...

Gente,
Otto e Silvério queriam ser mortos apenas por Dimas e Ezequiel respectivamente, para que os dois também sejam assassinos. Assim Dimas seria um assassino tal qual Silvério seu antepassado e Otto seu pai que é Otto reencarnado. Tanto Otto quanto Silvério diziam que o PODER DA MORTE É MAIOR DO QUE O DA CURA. Credo!!

Queria dar meus parabéns a JEC pela obra prima que ele conduziu a tv. João é sem dúvida o melhor autor da atualidade, um verdadeiro talento possui uma criatividade ímpar, capaz de jogar todos os clichês folhetinescos no lixo, dá gosto de dizer que é um talento brasileiro formado nas bases da Globo uma emissora Q (não pensem que euzinha sou globista, mais sejamos sinceros em matéria de qualidade a Rede Globo arrebenta).

Gosto sempre de dizer que assim como o autor citado acima,Ricardo Waddington é o melhor diretor da atualidade, soube conduzir as cenas com maestria, exprimiu o melhor de cada ator do elenco. Por falar em elenco a tempos não se via uma produção com um elenco desses onde TODOS se sobressairam, sem exceção, mas gostaria de destacar um talento revelado pela série a atriz de teatro mineira (filha desta terra como eu) Eunice Bráulio que deu a vida a fofoqueira Nonoca que de certa forma narrava a trama, me divertia horrores com a vendedora mal criada que sempre estava pronta para pegar o celular e dizer "Ô comadre eu não sou fofoqueira, não gosto de fofoca mas também não dá pra fingir que eu sou cega", ou então, "Cês acha que eu preciso docês??? Sabe comadre são esses turistas que estragam a cidade, porque eles não ficam na casa deles???. Mas não tem que ficar zanzando de um lado pro outro". Realmente hilário não???

Ai, ai, estou doido pra ver a segunda temporada desta maravilhosa série. Já me sinto orfã desta obra prima chamada "A cura".

Ai

Maria Luísa disse...

Esqueci de dizer no outro comentário, será que vai ter mesmo segunda temporada, como perguntou Lucas Mansur acima, não estou sabendo de nenhum posicionamento da vênus platina. Se a Globo deixar de produzir uma 2ºtemporada estará dando um tiro no pé, será uma BOLA MURCHA como diria Tadeu, pois, nunca na história da tv brasileira houve uma produção que despertasse tanta curiosidade no público que deixasse para a segunda temporada tantos ganchos, perguntas sem respostas. Tudo leva a crer que terá sim uma nova temporada. Que os anjos digam AMÉM.

@tvxtv e @trofeutvxtv disse...

Ainda não é oficial, mas será.

A Cura terá segunda temporada e vai ao ar a partir de abril e mais 09 episódios. Por conta da participação de Murilo Benício em Tititi, a emissora inverteu A Cura com Força-Tarefa que ganha 3ª temporada a partir de setembro.

Carlos Henrique disse...

Eu adorei "A Cura". Uma série que em nada lembra as produções brasileiras, apesar de ser algo totalmente nacional e ter sim um toque brasileiro. A diferença é que "A Cura" conseguiu fazer com que o público (ou pelo menos eu) se interessasse em descobrir mistérios que não fossem "quem morreu?" ou "quem matou?". Mistérios que realmente são bons e não são vistos de tempos em tempos nas novelas.

E adorei o final do último episódio. Um ótimo gancho para uma possível segunda temporada. Pena que ainda não há notícias se a Globo tem interesse de renovar a série para a temporada 2011. Aliás, sugiro que façamos uma campanha para isso. Pode não dar certo, como também pode dar. Pelo menos, fazendo algum barulho (nem que seja um estalinho, rsrs), a Globo vê que há público para programas como "A Cura". E que nós temos interesse em ver a continuação dessa ótima história.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira