quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A diferença do real e do verossímil

A minha intenção era não falar sob nenhuma circunstância com referência às críticas que Avenida Brasil vem sofrendo nos últimos dias. Para algumas pessoas, a trama do horário das 21 Horas, em sua penúltima grande virada - ocorrida nesta semana - sofreu com um grande furo. O fato de Nina (Débora Falabella) ter apenas cópias impressas das fotos comprometedoras contra Carminha (Adriana Esteves) e não tê-las de forma digitalizada está gerando grande polêmica entre os críticos e o próprio público nas redes sociais.

A decisão em falar do assunto, contudo, veio ao perceber que tanto telespectadores quanto críticos para esquecerem-se que um dos alicerces de uma obra de dramaturgia não é sentar-se sob o que é real, mas sob o que é verossímil. A diferença fundamental entre ambos é que o real é aquilo que estamos acostumados no nosso cotidiano e o verossímil é a realidade dentro do contexto da história e não no contexto "do mundo real".

Evidente que Nina foi ingênua. Evidente que o correto seria ela ter muito mais do que apenas 04 cópias destas fotos. Mas é preciso compreender a mente humana da personagem para tentar fazer quaisquer tipos de críticas do ponto de vista do roteiro da obra. Veja que Nina, ainda enquanto Rita (Mel Maia) viveu de rompantes. Fazia tudo para desafiar a madrasta no primeiro capítulo da novela e de forma proposital. Assim que soube que o pai seria enganado, não pensou duas vezes e correu pelas ruas do bairro para localizar Genésio (Tony Ramos) e salvá-lo do golpe que a esposa e o amante Max (Marcelo Novais) planejavam.

Ao perder o pai e ser jogada no lixão, a menina continuou em rompantes. Tentou avisar Tufão (Murilo Benício) que ele seria vítima de Carminha, indo até o estádio novamente sozinha. Adotada por argentinos, a menina continuou obsessiva em seu desejo de justiça e vingança. Nina voltou para o Brasil para se vingar de Carminha, mas não planejou o que faria, não arquitetou, não pensou em nada. Apenas se infiltrou na mansão e começou um estranho relacionamento de amor e ódio com a ex-madrasta.

Veja que a personagem é de rompantes. Decidiu e faz. Foi exatamente isso. Ao ser dona das fotos, Nina jamais teve a intenção de mostrá-las para Tufão, primeiro porque queria mesmo era se divertir às custas do sofrimento da rival. em seguida, porque se envolveu demais com a família e não queria que ninguém sofresse. Uma pessoa de rompantes jamais se preocuparia com cada detalhe de um plano. Para ela, era simples: como Carminha descobriria que as fotos estavam com Betânia? Porque eram amigas, mas daí a recuperar, outra história. Como Carminha descobriria que as fotos estavam com Begônia? Porque eram irmãs, mas como chegar até a irmã argentina de Nina? Como Carminha descobriria que as fotos estavam com Débora se ambas se detestavam? Ainda assim, havia uma outra cópia, num cofre de banco. Impossível que Carminha recuperasse todas as cópias.

Não havia necessidade, na cabeça da personagem, em colocar fotos digitalizadas, que, aliás, seria um perigo, visto que poderia cair na Rede, como já vimos em casos reais. Nina não abandonou a tecnologia, ela apenas moveu-se pelo rompante e não se precaveu por todos os lados. Não foi a primeira vez que a personagem fez isso, faz parte do jeito dela. 

Os acontecimentos da virada, portanto, foram extremamente verossímeis porque, dentro do contexto de Avenida Brasil, a personagem nunca se preocupou em manter o senso lógico ao tomar uma decisão para se vingar da rival. O autor João Emanuel Carneiro seguiu a coerência baseando-se na personalidade criada para sua mocinha. Simples assim.

10 Quebraram tudo:

Fabio Dias disse...

muito defendido!
simples assim!
Genial!

Mônica Monte de Souza disse...

Pra falar a verdade, perdi o pique dessa novela há alguns meses, desde que ela conseguiu as fotos e até agora o Tufão continua de corno manso. Acho um absurdo ele descobrir em uma semana que o pai e a mãe estão dando uns pegas e passar 10 anos sem nem desconfiar dos olhares entre a Carminha e o Max, sendo que nesses dois casos, ninguém faz muita questão de ser discreto, então desempolguei da história. Tanto é que nem vi o lance da perda das fotos pela Nina por puro desinteresse. O que aconteceu com Avenida Brasil é que independente de qualquer coisa, a história perdeu o fôlego: continuam existindo as reviravoltas e os ganchos mas em cima das mesmas situações. Para mim, a novela está andando em círculos.

Chrystian Wilson Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Um Abraço!!! disse...

Cara, vc está maluco ou é muito fã do JEC. Essa novela se perdeu há muito tempo. É uma vingança que não anda, é um marido ( que ainda não sabe que é corno ) burro que é capaz de perdoar uma mulher que larga o filho num lixão por ANOS e depois adota o mesmo numa boa, os personagens lidam com MILHARES DE REAIS como se fosse "dinheiro de comprar balinhas de criança" e agora corre um boato que o Genésio NÃO MORREU e comanda a vingança da cama do hospital... PUTZ!!!
Não querer ver a realidade em novela tudo bem mas tem coisas que extrapolam o verossímel. Isso é estapear a cara do telespectador e querer que ele ache tudo normal.
Crítico deve ser antes de tudo imparcial com todas as obras. Não pode ser solidário com absurdos de roteiro e tentar justificar o injustificável ( por favor... ).

Bianca disse...

ta chata mesmo a novela. e não é só essa questão da verossimilhança não.
até pq, eu acho que é inverossímil sim, a Nina perder todas essas fotos. assim como é muito difícil engolir que Nina e Jorginho passem tanto tempo batendo cabeça planejando algo que nem sabem o que é e que nunca fazem/farão. outra coisa que cansa é essa história estar na iminência de ser desvendada e não ser de fato, NUNCA. Tufão já foi falar com Lucinda zilhões de vezes e nada avança. fica um lenga lenga sem fim. posso estar vendo as coisas de forma distorcida pq tb me cansei da novela e só vejo em dias alternados ou menos que isso.
acho que na tentativa de surpreender, JEC tem feito absurdos na novela, afastando o publico q se aproximou num primeiro momento pq achou a historia toda bem possivel, sem maniqueismo e sem menosprezar a inteligencia do publico.

Paulo Jr. disse...

Mas qual seria a diferença se as fotos estão digitais ou não? Ainda assim daria pra roubar.
Acho que a novela está ótima. O única defeito de AvBr é exatamente as limitações impostas pelo formato. Por que tem que ser longa, então tem que ter tramas paralelas e tem que enrolar. Eu acho que por conta disso AvBr não tem absolutamente nenhum personagem que não seja uma pessoa terrível. Como personagens são ótimos, mas não há heróis, por que, em minha visão, ao não contar de um crime, você se torna conivente com ele, comparsa. E é isso que Nina e Jorginho se tornaram, comparsas da Carminha. Essa desculpa de "não machucar" é ridícula, mas compreensível dada a necessidade de enrolar.

Mateus disse...

A impressão que dá, para quem é fã de JEC, ele atingiu status que está acima de qualquer crítica em suas obras.

Eu queria ver se a defesa que fazem seria a mesma se tal "furo" tivesse ocorrido em uma novela de Walcyr Carrasco, Aguinaldo Silva ou qualquer outro autor da record.

Vou citar um exemplo, mas obvio que a diferença criativa entre ambos, possui um abismo enorme, até porque não acho Tiago Santiago bom autor. Mas sua novela dos Mutantes recebia críticas por ser cópia descarada de Heroes e outros filmes (mas a novela era ruim mesmo). JEC faz referencias à vários filmes e seriados em suas novelas, chegando a repetir descaradamente algumas cenas e situações, mas é tido como referência cult.

Gosto dele, não me entendam mal. Mas não acho o gênio que muitos cravam por aí. Três de suas novelas, repetem as mesmas situações, a única diferença dele para os demais, é saber dar ritmo as suas tramas.

disse...

Respeito MUITO suas críticas meu caro, mas essa foi PÉSSIMA, o autor em questão , sendo verossímil ou não,usando a desculpa ficcional , se PERDEU, as fotos impressas da Nina são só UMA falha dentro das trocentas outras que a novela apresenta..enfim eu assistia assiduamente Av Brasil, deixava de sair e hj perdi totalmente o encanto...o autor tem sim q se adequar aos avanços tecnológicos, os seus espectadores são exigentes e NÃO engolem esse tipo de pataquada!!

Fabiano disse...

Gente, o autor queria fazer uma novela real. Uma novela que retratasse quase que de forma verídica como o mundo suburbano funciona. Vamos pensar o seguinte. Quantas vezes você perdeu um trabalho, uma foto, um documento porque deixou salvo no computador e ele teve de ser formatado? Ou deixou em um pendrive e o perdeu? Isso acontece MUITO! Só que ficaria uma chatisse ver a Nina colocar em um pendrive e perder... aí as pessoas diriam que é um absurdo perder um arquivo e tal... Vamos a outro fato que causou polêmica. 1 milhão de reais na mochila. Quantas vezes a gente não viu as pessoas perdendo 100 mil, 20 mil, 150 mil reais em táxis? Isso é comum, minha gente, são erros humanos, acentuados pelo fato de Nina ser impulsiva, como disse muito bem no texto. E esses erros precisavam ser mostrados, para ver o que esse sentimento de justiça/vingança causa nas pessoas: total descontrole. É claro que seria raro uma pessoa carregar tamanha quantia em uma mochila (e aqui está um erro da novela, que poderia minar esses comentários depreciativos: não revelar valores! Não tem pq) e essa mesma pessoa perder todas as fotos que tinha do tal flagrante... mas precisaria um personagem para cada uma das situações? É uma novela com 30 personagens, as tramas tem de ser condensadas. Talvez essas pessoas gostem de Salve Jorge com seus cento e poucos personagens, com dezenas de desnecessários, escrevam isso.
Também sei que Avenida Brasil entrou em um período de 'barriga' no último mês, mas foi pela história ter empacado com a perseguição do Jorginho atrás de respostas e tudo mais; mas não por causa dos outros erros.
Agora ressalto um verdadeiro erro na novela: Max chegar antes até o sequestrador. Foi realmente quasse irreal.

Unknown disse...

concordo ! Avenida Brasil e otima, Há muita gente chata que so sabe reclamar... quem nao gosta nao assista ! e muito simples !

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira