sexta-feira, 20 de maio de 2011

Sinal amarelo acende na Record

Programa do Ratinho derrotou a Record e voltou a vice-liderança
Desde que assumiu a vice-liderança na audiência, a Rede Record já fez um sem número de promessas e garantias de que em um determinado período de tempo assumiria a liderança deixando a Globo para trás. Esse período sempre é modificado, já que ele vence e a sonhada liderança nunca chega. Porém, o Caminho da Liderança parece estar tomando direção inversa.

Já faz algum tempo que a emissora de Edir Macedo não conquista médias significativas de audiência em qualquer programa de sua Grade. Aparentemente a emissora atingiu o ápice de seu potencial e, a partir daí, começou a sofrer o que toda emissora sem a estrutura e organização da Rede Globo sofre, queda de qualidade e, consequentemente, de audiência.

Este problema surgiu não é de hoje. Já há algum tempo a Record dá mostras de desgastes e, em períodos singulares do ano, sofre com a concorrência do SBT. Com muito mais dinheiro e capacidade de investimento, sempre que isso ocorre a emissora promove algumas alterações, injeta dinheiro em alguns programas e consegue controlar o crescimento da concorrência, mas estes momentos dão provas de que a emissora não é o que diz ser e muito menos o que os fãs acreditam.

O sinal amarelo voltou a se acender pelos lados da Barra Funda nos últimos dias. Suas novelas não conseguem mais ser sombras do que foram um dia, quase nunca elas conseguem atingir a meta, senão nos últimos capítulos, e olhe lá. Outros produtos vem dando mostras de cansaço, é o caso de Domingo Espetacular e O Melhor do Brasil, além de CSI.

Na noite da última quinta-feira a fragilidade na programação da Record ficou evidente e, mais do que isso, ficou aparentemente claro que a emissora não está perto da Globo, é o SBT quem está perto da Record. Só para se ter uma idéia, veja os números do horário nobre, segundo a prévia:

O Programa Aventura Selvagem do SBT teve 07 pontos de média. Venceu CSI e perdeu para o Jornal da Record por 01 ponto. Chegou a abrir 04 pontos de diferença.

O Programa do Ratinho do SBT ficou na vice-liderança com 07 de média contra 06 da Record. No confronto com a novela Vidas em Jogo, venceu por 07 a 05.

A Praça é Nossa do SBT ficou na vice-liderança com 9 pontos de média contra 06 da Record.

CSI, da Record, fechou em terceiro lugar perdendo para o SBT de 6,9 a 6,6

Ídolos da Record fechou em terceiro lugar perdendo para o SBT de 9 a 7.

Vidas em Jogo, da Record, foi vice, porém fechou com apenas 8 pontos de média contra 06 do SBT.

Esses números servem para mostrarem que a situação está complicada para a Record. No horário nobre a emissora ficou em 3º lugar em 02 programas e o SBT se manteve na vice-liderança em 03 programas. Isso aponta para grande fragilidade na atual programação noturna da emissora em que todas as suas grandes apostas estão muito longe da audiência ideal. Pelo visto, a Record só é vice-líder pela total falta de capacidade do SBT em brigar de igual para igual.

9 Quebraram tudo:

Ary disse...

Ok,vamos lá, a Record realmente não se encontra num bom momento e o problema-chave da emissora no horário nobre é realmente CSI, que já demonstra sinais de cansaço. Mas muito devagar com o andor que o santo é de barro:

Você escreveu: "já faz algum tempo que a emissora de Edir Macedo não conquista médias significativas de audiência em qualquer programa de sua Grade. Aparentemente a emissora atingiu o ápice de seu potencial e, a partir daí, começou a sofrer o que toda emissora sem a estrutura e organização da Rede Globo sofre, queda de qualidade e, consequentemente, de audiência."

Respondo: Os números da Record estão estagnados e há um bom tempo que a média/dia da emissora está ancorada nos 7,5 pontos de audiência. É falso afirmar que a Record sofre queda de audiência nos últimos 2 anos. A Record chegou a números baixíssimos ainda no final de 2009, onde a emissora chegou a empatar com o SBT e até mesmo perder, chegando a pífias médias de 5,5 pontos de média no Ibope. De lá pra cá, a Record recuperou parte dos números e permanece com média diária em torno dos 7,5 pontos. Além do mais parece fantasiosa essa sua falácia sobre estrutura e organização da Rede Globo. É fato que a Globo é a emissora que tem perdido muita audiência nos últimos tempos, o que levou o próprio diretor da emissora a reduzir metas. Vários programas na Globo sofrem problemas, como o Fantástico, que segundo o Feltrin perdeu 42% de audiência de 2004 pracá. Tem o caso de Norma, Aline e recentemente, Batendo Ponto, que sairam do ar por insuficência de audiência. Ainda tem o BBB que cai e perde audiência a cada ano que passa. Portanto, estrutura de Rede Globo,nesse sentido, é coisa pra boi dormir.

Você escreveu: "Este problema surgiu não é de hoje. Já há algum tempo a Record dá mostras de desgastes e, em períodos singulares do ano, sofre com a concorrência do SBT. Com muito mais dinheiro e capacidade de investimento, sempre que isso ocorre a emissora promove algumas alterações, injeta dinheiro em alguns programas e consegue controlar o crescimento da concorrência, mas estes momentos dão provas de que a emissora não é o que diz ser e muito menos o que os fãs acreditam."

Respondo: Repito, os números da Record estão estagnados em torno de 7,5 pontos. Mais do que a Record não ser aquilo que os fãs acreditam(sic), ela não é isso que vc pretende dizer. Há de fato alguns problemas em alguns programas, mas isso acontece com todas as emissoras. Analisando a emissora como um todo, não há essa perda toda que você nos quer fazer crer.continua...

Ary disse...

Você escreveu: "O sinal amarelo voltou a se acender pelos lados da Barra Funda nos últimos dias. Suas novelas não conseguem mais ser sombras do que foram um dia, quase nunca elas conseguem atingir a meta, senão nos últimos capítulos, e olhe lá. Outros produtos vem dando mostras de cansaço, é o caso de Domingo Espetacular e O Melhor do Brasil, além de CSI."

Respondo: É verdade que a Record perdeu audiência significativa com o produto telenovela. Hoje a audiência das tramas da Record ficam sempre em torno dos 11 pontos. Não são números arrasadores, porém significativos. Sobre o DE, nem preciso falar nada para mostrar que você está muito errado. O Feltrin fala por mim: "Fantástico" perdeu 42% de audiência após disputa com o "Domingo Espetacular". Em um gráfico, O Feltrin mostra claramente a queda do Fantástico após a estréia do DE, onde o programa caiu de 36 pontos em 2004, para 21 nesse ano. Mostra também o DE em crescimento, onde nesse período teve um crescimento de 100%. O DE foi um dos programas da Record que não perdeu audiência nessa linha do tempo, ao contrário do que você quer nos fazer crer.

Você escreveu: "Na noite da última quinta-feira a fragilidade na programação da Record ficou evidente e, mais do que isso, ficou aparentemente claro que a emissora não está perto da Globo, é o SBT quem está perto da Record. Só para se ter uma idéia, veja os números do horário nobre".

Respondo: E você certamente descobriu a roda. Todo mundo sabe que o SBT está mais próximo da Record do que a Record da Globo. Não ficou aparentemente, ficou claro, e isso todo mundo sabe. Não é só esses números que dizem isso. Algumas citações alopradas de alguns dirigentes da Record em estipular e fazer projeções para alcançar a liderança é fato, não deu certo. Mas isso não tira o mérito da Record e o fato de 7 anos de investimentos a emissora ter pulado da quinta colocação para a segunda colocação no ibope e com uma certa distância do SBT.

Minha opinião sobre isso: Acho que a Record passa por um período ruim em alguns momentos chaves. O problema, acredito, está muito mais ligado ao seriado CSI, que sim, aponta sinais de cansaço. Osdiretores da emissora precisam sim descascar esse abacaxi e encontrar um produto para substituir esse seriado. A programação que vem na sequência depende muito da transmissão de audiência. Resolvendo esse problema, resolverá parte dos outros. Já o problema do SBT, é que parece que por lá, investimentos parece produzir efeito contrário: O SBT investiu em novelas, e as novelas inéditas tem sido grandes fracassos. tomemos por exemplo: Amor e revolução, Uma rosa com amor, Revelação... com Pantanal que era uma reprise e portanto, com pouco investimentos, o SBT conseguiu audiência alta. O mesmo vale para Sobrenatural, quando veiculada na semana.

Essa afirmação de que a Record é vice-líder só por causa de supostas falta de capacidade do SBT, é tão falsa quanto uma nota de 3. É, antes de tudo, um desrespeito para com uma emissora que erra sim, mas que vem colhendo os frutos de investimentos próprios.

Vamoquivamo

Gabriel Borba disse...

Daniel e Ary

É bom ver de novo o "embate" de vocês.

Vou meter minha colher nesta história.

Ary, vejo que, raras exceções, tu acabas concordando com O QUÊ o Daniel escreve, mas não com O COMO ele escreve. Estou certo?

Lendo o post e o teu comentário (mais para post também) fica claro para mim que vocês concordam no que é mais importante, e discordam em observações ditas "menores".

Acho que CSI está derrubando o grade noturna da Record, e acho que a solução para isso é um pouco de coragem, eliminando o horário da série e "puxando" a programação para baixo. Não é de hoje que reclamo disso. A Record tem programas muito bons, mas que passam em horário de boate.

Tudo isso para fugir da novela das nove da Globo. Acho que esta história de eleger um "boi de piranha" (para quem não sabe do que se trata, favor pesquisar) para o horário tem que ser revista pela emissora. Arrisca pô! Faz um produto de qualidade ou passa um dos horários de show para mais cedo, sei lá. Dá uma opção para quem não quer assistir Insensato Coração. CSI foi isso durante um tempo, agora não mais.

Daniel, sou obrigado a concordar com o Ary que tu dizeres que o SBT está mais próximo da Record que está da Globo é realmente chover no molhado. Qualquer um sabe. Realmente, as declarações messiânicas (sem trocadilho) de diretores da Record levaram a análises como as tuas, mas tem que filtrar. Pé no chão na hora de analisar.

A disputa da Record é pelo SEGUNDO lugar. Ponto. Quando isto é aceito fica mais fácil de trabalhar, e produzir uma programação legal, como alternativa ao plim plim.

Fantástico e Domingo Espetacular são casos à parte. Disputa de audiência com programas iguais (ou semelhantes) e que fazem o que cobro muito: dão alternativa, emborar às vezes pareça que eles tem até o mesmo diretor e redator, tamanha a coincidência de conteúdos.

Não há como fazer comparações entre Globo e Record, ou Globo e SBT, como emissoras, ou seja, no todo, pois a emissora dos Marinho, hoje, está em outro patamar. É comparar Pelé com o resto do mundo. Há como comparar programas delas (como fiz acima com Fantástico e DE), o que deve ser encarado como vitória para as outras.

Se a Globo continuará assim? Se eu fosse vidente já teria ganhado na loteria. Mas, hoje, "não tem pra ninguém" (lembra da musiquinha?).

Um abraço.

@tvxtv disse...

Oi Ary e oi Gabriel.

Respeito a opinião de ambos e os argumentos. Sobre eles, quero apenas observar a questão de "dizer que a Record está mais perto do SBT do que da Globo é chover no molhado", permita-me discordar de ambos.

Quem determina as bases e metas de uma emissora são seus diretores. Não a imprensa. Não os fãs. Não "a gente". Se a direção da Record COLOCOU COMO SLOGAN e deixou claro que estava se posicionando para ser líder, essa deve ser a análise e não o oposto. Quem decide qual o tipo de análise a se fazer de uma emissora sobre fracasso ou sucesso é ela própria quando cria metas a serem cumpridas.

Abraços :)

Ary disse...

Sim, Gabriel, em alguns pontos concordo sim com o Daniel, mas em alguns pontos discordo frontalmente. Como por exemplo em dizer que chamado "Caminho para a liderança está fazendo o caminho inverso". A minha análise nesse ponto levo por base a audiência da emissora como um todo e a média/dia da emissora no decorrer do tempo. Se fazermos uma tabela dos números da Record vamos ver que a emissora vinha numa tendência de crescimento até o ano de 2008, onde atingiu seu ápice. Após isso, no ano de 2009 a emissora sofreu um baque, e caiu muito,chegando a perder para o SBT. Foi uma curva para baixo.Ao entrar 2010 a emissora veio num ano de recuperação e chegou a médias em torno de 7 pontos. Foi uma curva pra cima. Hoje a emissora segue estagnada com números em torno de 7,5 pontos de audiência. Existem realmente problemas localizados em certos programas e isso é inevitável. todas as emissoras passam por esses momentos de turbulência. E também discordo frontalmente do Daniel sobre o fato de falar em estrutura da Rede Globo quando vemos que a mesma segue uma trajetória de queda que a emissora nunca consegue estancar. Onde tem um problema crônico no Fantástico. Até o diretor da emissora se viu obrigado a reduzir metas.

E concordo que a Record deve procurar um bom produto para colocar no horário de CSI. É um abacaxi imenso pra descascar, porque esse horário de novela na Globo é um horário que a emissora possui audiência mais impermeável que existe. Mas é de fato, preciso trilhar o caminho das pedras.

Daniel, sobre o slogan "A caminho da liderança" fazia sentido na época em que foi lançado. Hoje não mais, ao menos por enquanto. Mas a Record já mudou o slogan, portanto não há bases para se fazer análises mais com base nele.

Abçsssssssss

Jonathan Hess disse...

Agora, me respondam, o que colocar no lugar de CSI?

Léo disse...

Não tenho uma gota do conhecimento que vocês têm sobre esse assunto de pontos de audiência e tudo o mais. Mas acho que posso fazer um comentário a respeito do que considero conteúdo geral da Record.

Não acho muito merecido a emissora de Edir Macedo conseguir - em alguma hipótese - ou mesmo chegar perto do patamar da Globo, quando só o que se vê, no geral, é a cópia exata dos programas da emissora dos Marinho. Assistir ao Jornal da Record (JR, diga-se de passagem) é se perguntar se não está diante de apenas mais uma troca de apresentadores do Jornal Nacional. Na Globo, Esporte Espetacular; na Record, Esporte Fantástico. G1? R7. Quantos atores saíram da Globo para a Record? Vários. Bem Estar e... E Aí, Doutor? O Mais Você é apresentado no cenário de uma casa; E o Hoje em Dia também. Isso sem falar nas inúmeras outras ~~coincidências~~ que permeiam pela grade das emissoras, que surpreendentemente (opa!) iniciam na Rede Globo, e surgem de repente na Record.

O que estou querendo dizer, é que se a Record quer ser reconhecida como de fato uma concorrente de peso (estou falando no geral, assim como Ary pois há essas disparidades entre os programas, que acabam dando vitória à Record) da Globo, e não apenas incutir isso na cabeça do público, ela deveria investir na originalidade. Oferecer a nós uma alternativa ao conteúdo da Globo, e não mais do mesmo. Mostrar o diferente; ousar. Testar o novo gosto do público, que apesar de se manter tradicionalista em algumas coisas, é fato que está diferente. As pessoas querem mais. Diversidade. Na minha enormemente leiga opinião, deveria ser feito uma limpeza geral na direção da emissora, e pôr pessoas que realmente tem o espírito de se fazer televisão (o que acho como exemplo o Silvio Santos, apesar de que, não consigo deixar de pensar nisso, o Sr. Abravanel não leva muito a sério).

Não quero tomar partido da Globo, apesar de ser claramente a minha favorita. Mas sinceramente, eu ficaria extremamente satisfeito se houvesse uma evolução nas demais emissoras (SBT, Band, Record, TV Cultura, etc), e todas trabalhassem para dar ao público conteúdo de ótima qualidade (em todos os sentidos). Seria ótimo que a cerimônia de "Melhores do Ano" deixasse de ser uma produção somente da Globo e passasse a considerar todos os artistas do país; acho que isso até aumentaria a visibilidade do Brasil em produção artística a nível mundial.

Enfim, desculpem se me excedi, ou tratei de um tema fora do assunto proposto. Mas isso é um pouco da minha opinião sobre a situação das emissoras de televisão no Brasil.

Obrigado, e abraços a todos.

Francisco Othon Pereira de Norões disse...

Agora, me respondam, o que colocar no lugar de CSI?

sim


é série Arquivo X

Raisa disse...

A Record cópia até a cor do jornal da Globo. O Jornal Nacional. As vezes quando você muda a tv, e se distrai um pouco, você acha que tá na Globo de tão igual que é. Mas na minha humilde opinião ainda falta muuuitoo para a Record chegar no patamar da Globo, mesmo ela perdendo a audiência em alguns programas. A globo ainda sabe fazer programas de qualidade com atores de qualidade. A globo perde 5 atores para a record e fabrica 10. Nem esperaram muito para fazer um programa bem parecido com o Bem Estar.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira