quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O que esperar das novelas em 2011?

Mateus Solano, protagonista de Morde e Assopra
Oficialmente já estamos terminando o 2º mês de 2011, porém, para as novelas brasileiras, as novidades começam mesmo a partir do mês de março com a estreia de Morde e Assopra, primeira estreia entre as telenovelas brasileiras para o ano. O blog decidiu, portanto, fazer uma análise rápida e - óbvio - superficial das próximas tramas para 2011, baseando-se exclusivamente no histórico de cada autor e, principalmente, nas sinopses.

Morde e Assopra: Muito difícil criar quaisquer expectativas para uma trama assinada por Walcyr Carrasco nos dias atuais. O autor perdeu-se completamente no meio do caminho ao tentar invadir o humor pastelão e apostar no jeito fácil de se escrever. Pelo teaser, devemos esperar muitas situações bizarras, a mesma infantilidade de seus últimos trabalhos (Sete Pecados e Caras e Bocas) e o texto superficial com excesso de didatismo, ou seja, nada que agrade, porém, deve dar audiência.

Cordel Encantado: De longe, a trama que mais me chama a atenção para este ano. Além de ter a marca da dupla revelação da TV, Duca Rachid e Thelma Guedes, a novela por si só parece ser um espetáculo. Tudo chama a atenção, o elenco, a diretora - que é boa - e principalmente a sinopse bastante original, afinal, misturar o sertão com reis e rainhas parece improvável, mas nas mãos de bons autores dá para se contar muita história daí. Apesar de não ter gostado da escalação de Bianca Bin para protagonista, creio que a novela tem tudo para ser o grande sucesso de 2011 e o maior sucesso do horário nos últimos anos.

Fina Estampa: Outra novela das 8 que promete se arrastar por 8 meses sem conseguir contar uma única história atraente. Aguinaldo Silva e sua mania de tentar mostrar "o povão" nas telenovelas, exagera, cria personagens caricatas e conflitos que nunca apresentam grandes qualidades dramatúrgicas. Ele garante que está escrevendo sua melhor novela, porém, a sinopse diz exatamente o contrário. Apesar de tudo, vamos torcer para que Lília Cabral consiga extrair algo no texto, normalmente pobre, do autor e se destacar em sua primeira protagonista de horário nobre.

Vidas em Jogo: A princípio a trama chama a atenção. Além de ser assinada pela autora mais promissora da Rede Record, Christiane Fridman, a sinopse se mostra interessante. Afinal, pessoas pobres ganhando na loteria e, usar isso como premissa para uma espécie de competição que leva a uma série de misteriosos crimes, parece algo que pode render bastante. Confio no talento da autora e acredito que ela pode reconquistar o público da Record, perdido com a péssima Ribeirão do Tempo.

Rebelde: Um risco que a Record quis correr. A versão original fez sucesso não apenas no México, mas em muitos países e inseriu a Banda teen RBD no cenário musical por alguns anos - ainda hoje seus ex-componentes conseguem certo sucesso na área musical - é improvável que nesta área o sucesso do remake se repita. Porém, pensando exclusivamente na novela, a Record acertou na escolha do horário e também na autora Margareth Boury para ser responsável pelo projeto. Não há como prever sucesso ou fracasso.

Amor e Revolução: Tiago Santiago soube escolher um baita pano de fundo para contar sua história. A quantidade de apelo dramático que o período de Ditadura Militar pode produzir chega a impressionar. A história parece também ser bem interessante e chama a atenção, porém, a falta de profundidade e de qualidade dos textos de Santiago já chamaram a atenção nas primeiras cenas exibidas. Aparentemente o folhetim tem tudo para emplacar na audiência, mas os diálogos tendem a continuar ruins, como os últimos trabalhos de seu autor.

E para você? Qual a novela que chama mais a atenção dentre as estreias programadas para 2011?

5 Quebraram tudo:

Carla disse...

A única novela que pretendo assistir é Cordel Encantado. Não só pela ótima sinopse, mas também pelos últimos trabalhos das autoras - Arrasaram em Cama de Gato

Morde & Assopra - O título já diz tudo

Fina Estampa - Acho que será um sucesso, pois o autor sabe como atrair o público, apesar das novelas dele serem péssimas. Desde que comecei a assistir a novelas dele (Suave Veneno) nenhuma me chamou atenção.

Vidas em Jogo - Com certeza será um sucesso, mas a Record abusa demais, a novela ao que parece será muito pesada, acho que isso não combina com novelas, mas vou assistir os primeiros capítulos... Acho que será difícil eu continuar assistindo pelo horário!

Nair disse...

Sinceramente? Nenhuma. Se ate o Gilberto Braga e Silvio de Abreu ja andam perdendo a mão, o que dizer de uma novela do aguinaldo silva substituindo Insensato coração? Na atual novela das 9, tudo é chiquérrimo, quase todo mundo é rico...nas novelas do aguinaldo é o oposto. É muito contraste, mas histórias fortes, boas atuações, nada! Eu não sei porque andam escalando protagonistas tão ruins!
Depois de TiTiTi entro em "luto" de novelas novamente, e fico no aguardo de uma nova novela do JEC, que torço, para que seja tão boa quanto as antecessoras dele, e principalmente, com bons atores, não com essas coisas que andam "protagonizando" as novelas.

Tiago disse...

Eu torço pelo sucesso da Christiane Fridman, acho que vai ser sucesso de crítica assim como Chamas da Vida.

Júnior Carvalho disse...

Morde e Assopra será um Grande sucesso mas não por potencial próprio! Mas sim por Causa de "Cordel Encantado"! Acredito que a novela terá uma certa facilidade em chegar a casa dos 30 assim impulsionando "Morde e Assopra"! Acredito que essa seja a ultima novela das autoras no horário! E espero que a globo coloque "Renascer" para substituir e manter a audiência!

Vinicius Candido disse...

Amor e Revolução e Cordel encantado. Amor porque adoro o tema e, embora o texto aparente ser sem profundidade, a abordagem que vemos não o é. Explorará a complexa trama social que envolveu o golpe, abordando os efeitos sobre a família, o exercito, os formadores de opinião (imprensa, artistas), além de trazer o classico nucleo dramático, que é o impedimento amoroso. Não creio que o superficialismo dos dialogos de tiago serão tão chamativos porque a história e o contexto aparentemente o disfarçou (segundo as cenas da internet que vi). Inclusive, o didatismo nesse caso pode até ser justificavel: (1) ele sempre se deu bem com esse tipo de dialogo e (2)é um tema histórico e dá margem para esse "recurso" - embora tramas históricas são melhores com dialogos mais inteligentes, densos e redondos. Já cordel é um anseio meu há tempos. Me passa a ideia de que o mágico, épico das tramas europeias se misturaram com a genuinidade mitica e mistica que envolve o cangaço. Mexerá com o imaginario popular. Alias, tanto AMOR E REVOLUÇÃO quanto Cordel mexeram com temas que mexem muito com os brasileiros!

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira