sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Tititi: um presente para os fãs da teledramaturgia

Desculpe-me se tenho falado muito mais da Globo nas últimas postagens, ocorre que, no mês de Janeiro, achar assuntos novos e interessantes quando as emissoras de TV estão vivendo um marasmo só, não é tarefa das mais fáceis. A Globo é a única que tem investido em programação nova e, ainda assim, nem dá para falar de tudo devido ao horário de exibição.

De qualquer forma, ontem estava assistindo Tititi quando me deparei com uma das situações mais engraçadas de que se teve notícias na TV. Confesso que não sei se isso foi uma criação de Maria Adelaide Amaral ou se, na obra original de Cassiano Gabus Mendes isso já ocorreu. Mas ver Jaques Leclair vestido de Victor Valentin quase fez com que eu tivesse um sério problema de saúde de tanta risada que eu dei.

Essa cena é uma prova clássica do que a novela das 7 vem proporcionando aos telespectadores. Um verdadeiro presente para todos que gostam de uma boa novela, de texto leve, divertido, cheio de conflitos, mas principalmente, envolvente. Reitero que não acompanhei a trama original, mas já tenho muitas dúvidas se a exibição da década de 80 possa ser comparada ao excepcional que todos os envolvidos estão fazendo neste remake, certamente o melhor remake já produzido pela TV brasileira - ao lado de Mulheres de Areia.

Ao contrário de outros folhetins, em Tititi tudo se encaixa perfeitamente. Ainda que nem todo o elenco seja do mesmo nível, como um todo, o trabalho vem sendo extraordinário, com destaque absoluto para Murilo Benício e Cláudia Raia, os verdadeiros donos da novela. Cláudia Raia, aliás, que está vivendo seu melhor momento da carreira como a divertida, sofredora, mas principalmente, amável Jaqueline.

É muito difícil assistir a trama do horário das 7 e resistir por mais do que 05 minutos em dar boas risadas. E mesmo as tramas de drama, retiradas de Plumas e Paetês estão cada vez melhores. Impossível não se envolver com a situação delicada em que vive Marcela (Isís Valverde). Essa trama, aliás, é uma das melhores de toda a novela devido a seu grau de complexidade e profundidade. Difícil imaginar que uma novela tão recheada de humor conseguiria produzir um texto com carga dramática tão forte e ainda assim conquistar os fãs. Tititi conseguiu. Não a toa é uma das melhores novelas das 7 dos últimos 15 anos, ou mais.

8 Quebraram tudo:

Júnior Carvalho disse...

Realmente! É o melhor Remake que já assisti! É legal que a Globo invista em Remakes mas tem que ter cuidado para não virar uma Televisa da atualidade! No horário das 19 a Globo poderia manter 2 inéditas e 1 remake! E no horário das 18 um remake e uma inédita!

Mas enfim! Em 2012 o Silvio de Abreu vem de volta com a divertida "Guerra dos Sexos" Eu gostaria que você escrevesse um pouco sobre quais são suas expectativas...

Chrystian disse...

Esse é mais do que um remake. É uma nova trama que traz referências geniais, todas atualizadas e em novo contexto. Creio que seja tão difícil quanto criar uma nova trama: utilizar o esqueleto de uma trama antiga (e no caso desta, não só de uma, mas como várias de Cassiano Gabus Mendes) e escrever um texto brilhante, com toda a originalidade que uma narrativa televisiva deve ter. O toque nobre da dramaturgia de Maria Adelaide Amaral é impressionante. Incrível como a autora consegue criar e re-criar tramas de tão alta qualidade. Surpreendeu seu talento para o humor, prova de que é, senão a melhor, uma das maiores dramaturgas da atualidade. Em tempos em que temos de engolir paixões avassaladoras e irreais na nova trama das 9, texto fraco que dá a impressão de amadorismo e personagens que beiram o ridículo, "Tititi" é realmente um presente para fãs sedentos por boa dramaturgia.

canal audiencia disse...

Não gosto do personagem do Benício.

jully disse...

Tititi é sim um presente para todos mesmo com todos os conflitos com os casais da novela o bom ou melhor o otimo humor que a novela tem consegue segura-la nao da para perder só espero que maecela e edgar tenham um final feliz digno do amor deles na novela queé o mais lindo que ja se viu e que a autora nao repita o desfecho da primeira versão matando a marcela se nao com ela ela matara a novela tambem

Gabriel Borba disse...

Caros amigos
Assisti Tititi original e, por este motivo, estou tentando assistir o remake (o horário de verão bagunça muito...). Gosto muito das situações criadas em cima das histórias, mas convenhamos que o LeClair não está legal. Não gosto das cenas com ele. As caras e bocas atrapalham muito o texto tão legal da novela. Muito forçado. Ao contrário do colega "canal audiência", gosto do personagem Valentim.
Daniel, permita-me discordar de ti uma vez mais.
A maior cena da novela até agora foi Mario Fofoca imitando Victor Valentim ao telefone. Nem tanto pela cena, mas pelo sentido que ela teve. Não vamos esquecer que o Valentim original era do Luis Gustavo. Foi muito legal. E fora que esta cena que comentaste não foi lá muito boa. Parecia aquelas lutas mal coreografadas de "Os Mutantes".
Um abraço.

Cristal disse...

Há muito tempo eu não assistia todos os capítulos de uma novela como venho fazendo com Tititi. Quando não estou em casa, faço questão de gravá-la e me atualizar no dia seguinte.

E o mais fantástico é que, provavelmente, graças ao sucesso que a novela vem alcançando, ela já se dá ao luxo de brincar consigo mesma e constantemente quebrar a quarta parede. Como quando Jaqueline se refere à personagem de Malu Mader como "fera ferida", ou quando, tb Jaqueline, falou sobre uma colega de prisão, a Tonhão, e ainda disse que ela se parecia com a Claúdia Raia! E quando Ari e Chico, que usava o batom mega impact, falaram sobre darem o primeiro beijo gay da tv brasileira? Sou mesmo muito fã da novela.

E os núcleos dramáticos, como vc bem disse, estão cada vez melhores. O drama de Marcela me conquistou e, assim como ela, é impossível não ter dúvidas sobre quem escolher. Mas sigo torcendo por Edgar.

Só há um destaque negativo em Tititi, e que piora a cada dia... Alexandre Borges. Sou fã do trabalho do ator, mas dessa vez ele está exagerando muito. Se por um lado Benício encontrou o tom exato de Ari e Valentim, Alexandre está patético como Jaques. Seus tiques o transformaram num desenho animado ambulante, que acaba com toda e qualquer cena.

perdidao na net disse...

Ti ti ti tem um texto brilhante e hilário, melhor trama das sete que ja assisti!

Marlon Kraupp disse...

Concordo em numero, genero e grau...

Ainda bem que a globo pegou mania de fazer remakes, sempre ouvi falar muito dessa novela, e sempre quis assisti-lá, ainda vão la e dão a novela para uma das melhores autoras re-fazer ...

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira