quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Ídolos e Qual é o Seu Talento: A Final

Nesta quarta-feira, coincidentemente ou não, chegaram ao fim os dois realities shows, Ídolos pela Rede Record e Qual é o seu Talento? pelo SBT. Quem ganhou na verdade não importa muito, pois parece claro que este tipo de programa não determina sucesso posterior na vida dos vencedores, mas a título de informação Saulo Roston foi o vencedor do Ídolos e no Qual é o Seu Talento venceu o Grupo D-Efeitos.

O ponto fundamental que separa os dois programas não é propriamente o formato - já que eles são diferentes - mas a forma como ambos são tratados e a a criatividade das produções ao preparar as versões para o Brasil, pois os dois são originalmente programa de outros países - Ídolos é americano e Qual é o seu talento? é inglês.

A Record desde que comprou briga e conseguiu tirar do SBT o programa Ídolos não vem conseguindo realizar um bom trabalho, na verdade nem a emissora da Anhanguera conseguia. Quem assiste ao original American Idol, programa de maior audiência nos EUA, fica constrangido ao saber que Ídolos é a versão tupiniquim do mesmo programa. Falta cuidado na produção, falta preparo da equipe técnica, falta um corpo de jurados com maior química com a TV e com o telespectador e falta maior liberdade ao apresentador.

A versão brasileira de Ídolos é toda errada. A Rede Record tenta transformar o programa num acontecimento, mas erra ao produzí-lo no mesmo período que A Fazenda e, evidentemente abre mão de uma melhor divulgação - aliás, o programa que devia constar em toda a programação da casa é justamente Ídolos. E o pior, o horário. A final de ontem chegou ao absurdo de ficar até mais de 1h00 da manhã e, isso, num país como o Brasil em que a maior parte dos trabalhadores levanta às cinco da manhã, é inaceitável. Não adianta fazer uma mega produção e não pensar nos detalhes.

Qual é o seu talento? por sua vez criou uma versão brasileira de extremo bom gosto e muito divertido. O apresentador André Vasco é um achado e ficou muito solto durante toda a primeira temporada e, na final, estava especialmente inspirado. O corpo de jurados, já conhecidos do público - Cyz, Arnaldo, Miranda e Tomas - também foram um acerto. Toda a química que falta a equipe da Record sobra a esse quarteto. não tratou a final de seu programa como um acontecimento nacional como a Record tentou fazer com Ídolos, mas conseguiu em sua simplicidade, transformar o programa de um bom gosto impressionante, muito emocionante e com a pitada certa de suspense.

Ídolos chegou a 12 pontos de audiência concorrendo contra ninguém - concorreu com SBT Repórter e a maior parte do tempo contra Jornal da Globo e Programa do Jô - um resultado inexpressivo, pois somente assumiu a liderança depois de muito tempo no ar. Já Qual é o seu talento? não liderou, mas enfrentou o Jornal Nacional e Viver a Vida, as duas maiores audiências da Rede Globo ainda assim conseguiu dois dígitos, 10 pontos com picos de 15, e deixou a Record bem embaixo num horário muito melhor.

Na disputa entre os dois Realities, mesmo não tendo se enfrentado no mesmo horário, o único que leva pra casa um saldo positivo é Qual é o Seu Talento? que parece ter entretido muito mais o telespectador.

1 Quebraram tudo:

Rodrigo Fenty disse...

Não acompanho o "Qual é o seu talento?", mas conheço bem o quarteto de jurados pois ASSISTIA "Ídolos" quando era exibido no sbt e sei que eles são demais!!
O "Ídolos" da record é superficial e realmente merecia uma divulgação melhor... não sei os nomes dos jurados, a mulher até me agrada às vezes, mas aqueles dois caras exageram nas poses, nas críticas e até mesmo nos elogios. definitavamente não curti nem uma das duas edições de "ídolos" da record, mas até hoje tenho boas lembranças da voz maravilhosa da shirley Carvalho, finalista do "ídolos" 2 do sbt.

Postar um comentário

Twitter Facebook Adicionar aos Favoritos Mais

 
Tecnologia do Blogger | por João Pedro Ferreira